Jovem espancado durante assalto recebe alta: ‘Ele não consegue lembrar o que aconteceu’, diz irmão
Jadson Gabriel dos Santos Machado está em casa se recuperando das agressões (Foto: redes sociais)

Maringá

Jovem espancado durante assalto recebe alta: ‘Ele não consegue lembrar o que aconteceu’, diz irmão

Segurança por Fabio Guillen/GMC Online em 26/01/2021 - 19:06

Jadson Gabriel dos Santos Machado, que foi espancado durante um assalto em Maringá no dia 9 deste mês, está em casa se recuperando e ainda sente muitas dores. Um rapaz, de 25 anos, preso em Alto Paraná, confessou o crime.  

O estudante Jadson Gabriel dos Santos Machado, de 25 anos, recebeu alta do Hospital Universitário (HU) de Maringá na última sexta-feira (22). Após 15 dias internado, o jovem que foi brutalmente espancado durante um assalto ainda está muito machucado e sente dores, segundo a família.

De acordo com o irmão do estudante, Paulo Machado, no domingo (24), o jovem precisou voltar ao HU de Maringá porque estava sentindo muita dor de cabeça e nos ferimentos no rosto. Jadson foi medicado e voltou na noite de domingo para casa, onde continua se recuperando. 

“Ele sente muitas dores, mas está caminhando com muita dificuldade. Ele sente muitas dores na cabeça por causa dos ferimentos no crânio. A gente está acompanhando ele 24 horas porque qualquer sintoma diferente a gente tem que voltar com ele para o hospital”, disse Machado. 

Jadson não se lembra do que aconteceu e tem muitas lesões na cabeça, segundo o irmão. “Ele tem alguns flashes de memória. Só se lembra que estava saindo da casa dele e que iria para a casa de amigos, mas do fato em si ele não lembra. Hoje mesmo conversei com ele, mas ele está muito abalado psicologicamente. Ele diz que não se lembra”, explicou o irmão da vítima. 

O jovem Jadson Gabriel dos Santos Machado é estudante da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e foi brutalmente espancado e encontrado dentro de um barracão abandonado próximo à rotatória do Shopping Catuaí, na BR-376, no último dia 9. Além de ser espancado, o estudante teve objetos pessoais como o celular e uma bicicleta roubados. 

O principal suspeito de ter cometido o crime é Diego Gonçalves Rodrigues, de 25 anos, mais conhecido como bruxo. Ele foi preso em Alto Paraná na última sexta-feira, dia 22. O suspeito está preso em Maringá e confessou o crime à Polícia Civil.

Rodrigues não apresentou nenhuma motivação e confessou à polícia que assaltou, arrastou o jovem para dentro do barracão e o agrediu, segundo informações obtidas pelo GMC Online. 

Acesse GMC Online

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550