Disputando reeleição, vereadores de Maringá não vão se licenciar
Imagem Ilustrativa | Foto: Rodisley Souza/CBN Maringá

Eleições 2020

Disputando reeleição, vereadores de Maringá não vão se licenciar

Eleições 2020 por Victor Simião em 21/09/2020 - 15:58

Eles têm a prerrogativa de deixar o mandato por até 120 dias. A CBN consultou os 15 parlamentares com a ajuda da diretoria de comunicação da Câmara Municipal. Do total de vereadores, 14 vão tentar a reeleição e disseram que vão seguir com o mandato . A única exceção na busca por reeleição é Carlos Mariucci, que é o candidato do PT à Prefeitura de Maringá.

Na eleição de 2018, ao menos um vereador pediu licença para se dedicar à campanha para deputado estadual. Foi Mário Verri (PT), que não foi eleito. Homero Marchese (PROS) e Do Carmo (PSL) não se licenciaram e foram eleitos deputados estaduais. Na eleição municipal passada, em 2016, o então vereador Ulisses Maia pediu licença do mandato faltando menos de duas semanas para a eleição.

Com isso, nenhum suplente assumiu. Ele foi eleito prefeito de Maringá. Existe uma avaliação de que vereadores em mandato que buscam a reeleição têm mais chance seguindo no cargo, já que, na teoria, têm mais visibilidade do que quem não tem mandato.