‘Maníaco da Torre’ tem julgamentos marcados para os próximos dois meses
foto: reprodução/Oseias Miranda

Serial killer

‘Maníaco da Torre’ tem julgamentos marcados para os próximos dois meses

Segurança por Fabio Guillen/GMC Online em 31/07/2020 - 16:03

Roneys Fon Firmino Gomes, que ficou conhecido em Maringá como “Maníaco da Torre”, vai se sentar no banco dos réus pela terceira vez em agosto deste ano, no Fórum de Maringá. Gomes está preso há cinco anos. A prisão ocorreu em 31 de julho de 2015. Na época, o acusado chegou a confessar alguns crimes para a Polícia Civil. 

Segundo informações apuradas pelo GMC Online, o serial killer, indiciado pela morte de seis mulheres, está com um júri marcado para o dia 20 de agosto deste ano, às 8h30, no Fórum de Maringá. Nesta data, ele será julgado pela morte de Mara Josiane dos Santos, de 36 anos, morta em julho de 2015.

Outro julgamento de Roneys Fon Firmino Gomes foi agendado para o dia 2 de setembro, às 8h30, também no Fórum de Maringá. Na ocasião, ele será julgado pela morte de Roseli Maria de Souza.

Os dois julgamento estão agendados, mas a advogada de defesa do réu, Josiane Monteiro Bichet de Oliveira, disse que não sabe se os julgamentos vão acontecer por conta da pandemia do novo coronavírus. A advogada não quis comentar os julgamentos, por enquanto, porque está tentando avisar o acusado e seus familiares. 

Em março de 2019, o assassino foi condenado a 21 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver pela morte de Ednalva José da Paz, de 19 anos, morta em 2010. 

Em dezembro de 2019, o matador em série foi condenado a 23 anos e quatro meses de prisão pela morte de Silmara Aparecida de Melo, de 33 anos, morta em 2012.

Novo laudo de sanidade mental

A defesa conseguiu o direito do acusado fazer um novo laudo de sanidade mental que deverá ser agendado em breve. O novo laudo, segundo a defesa, é para verificar se Roneys Fon Firmino Gomes tinha consciência do que estava fazendo. 

Serial killer era cruel com as mulheres

Roneys Fon Firmino Gomes é considerado um dos mais perigosos assassinos em série do Paraná. Gomes foi indiciado por seis mortes, mas a polícia não descarta a participação dele em outros crimes. 

As vítimas eram todas garotas de programa e foram encontradas mortas embaixo de uma torre de energia elétrica na zona rural de Maringá. Os corpos sempre ficavam nus e de barriga para cima. 

Roneys Fon Firmino Gomes foi preso em julho de 2015 logo após a equipe de investigação da Polícia Civil de Maringá localizar um pedaço do parachoque do veículo do suspeito perto do local do crime. A peça azul se encaixou no carro de Roneys e ele foi preso. 

Acesse GMC Online