Saiba qual é o perfil dos infectados por Covid-19 em Maringá
Imagem Ilustrativa/Pixabay/Domínio Público

Avaliação epidemiológica

Saiba qual é o perfil dos infectados por Covid-19 em Maringá

Saúde por Lethícia Conegero/GMC Online em 18/05/2020 - 20:45

Nesta segunda-feira, 18, a Secretaria de Saúde de Maringá divulgou o 7º boletim epidemiológico sobre Covid19, com base nos dados coletados até sexta-feira, 15 de maio. O documento atualiza detalhes sobre a situação do contágio do novo coronavírus na cidade e traz informações sobre o perfil dos infectados.

Até o dia 15, foram confirmados 132 casos de Covid-19 em Maringá. O boletim indica que a partir do dia 21 de abril, os casos aumentaram devido à maior oferta da testagem de exames laboratoriais. Além dos pacientes graves internados, também foram testados os casos leves, em unidades sentinelas para a Covid-19.

Dos 132 casos confirmados até sexta-feira, 97, ou seja, 73%, estão recuperados e foram liberados pelo monitoramento do isolamento domiciliar de 14 dias. Outros 25 pacientes (18%) permaneciam em isolamento domiciliar até 15 de maio e quatro (3%) estavam internados. O município registrou seis óbitos, o que corresponde a 4,5% do total.

Do total de casos positivos de Covid-19, 58% correspondem ao sexo masculino e 42% ao sexo feminino. Além disso dos 132, observa-se que 28% apresentaram comorbidades, predominando as doenças cardiovasculares e doenças metabólicas, como as diabetes.

O boletim epidemiológico também mostra a predominância dos casos positivos em pessoas entre 50 a 59 anos, correspondendo a 25%, seguido dos indivíduos de 30 a 39 anos com 18,9%, 40 a 49 anos com 18% e acima de 60 anos com 12,8% do total dos casos confirmados.

No total, 19 profissionais de saúde foram infectados pelo novo coronavírus, o que corresponde a 14% do total de casos positivos. O estudo ainda não contabiliza os 17 funcionários infectados no Hospital Psiquiátrico de Maringá.

O número de profissionais que ocupam funções administrativas infectados por Covid-19 também é 19 (14%). Na sequência, estão os empresários e comerciantes: 16 pacientes, o que equivale a 12%, e aposentados, que somam dez pacientes, com 7,5% dos casos. Clique aqui e veja a lista de profissões atualizada.

Em relação à distribuição espacial dos casos positivos de Covid-19 nas áreas de abrangência das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Maringá, a Zona 7 é a que tem o maior número de pacientes infectados, com 26 confirmações até 15 de maio. Na sequência, está a Zona 6, com 15, o Jardim Aclimação, com 11 casos, e Zona Sul, com nove.

Em seguida estão as regiões da Vila Operária e Iguaçu, cada uma com sete pacientes confirmados, e Tuiuti e Morangueira, ambas com seis.

Óbitos

O boletim também indica que, dos seis óbitos por Covid-19 registrados em Maringá, 50% tinham entre 50 a 59 anos, 33,3% acima de 80 anos e 16% entre 30 a 49 anos.

Quando avaliado o gênero, observa-se que 67% eram pacientes do sexo masculino e 33% do feminino. A taxa de letalidade observada até 15 maio foi de 4,5%.

Observa-se, ainda, que 67% dos óbitos apresentaram comorbidades, sendo doenças cardiovasculares e doenças metabólicas, e 33% não apresentaram nenhuma patologia pregressas. Além disso, 83% dos casos que vieram a óbitos não possuíam registro de ausência do município, sendo que 17% afirmaram deslocamento por motivo de viagem.

Acesse GMC Online

 

Precisa sair de casa? Use máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante