Família da bailarina Magó recolhe assinaturas para pedir Justiça
Luciana Peña/CBN Maringá

Abaixo-assinado e argila

Família da bailarina Magó recolhe assinaturas para pedir Justiça

Cidade por Luciana Peña em 08/03/2020 - 15:00

O abaixo-assinado, que será enviado ao presidente Jair Bolsonaro, é para que legislação seja cumprida com todo o rigor. 

E bailarina foi homenageada neste fim de semana com uma criação coletiva em argila. A intenção é moldar uma  escultura de Magó para integrar o Teatro Reviver.

 

As mãos que delicadamente deram forma à argila são de David Lopes. Ele não conheceu a bailarina Maria Glória Poltronieri Borges, assassinada aos 25 anos. 

Mas David esculpiu em argila a imagem que ele faz de Magó. 

“É a Magó, chorando,  em cima do mundo. Hoje o mundo chora por ela”

David participou com um grupo de pessoas neste domingo de uma oficina de argila em homenagem à bailarina. 

A proposta é esculpir a várias mãos uma escultura de Magó. E a obra, assim querem os amigos, fará parte do Teatro Reviver. 

É o que explica Nina Lua.

“Vai ser a Magó dançando e solicitamos à Prefeitura para colocar na praça do Teatro Reviver, porque também queremos que o teatro se chame Teatro Reviver Magó”

E durante o evento, a família de Magó recolhia assinaturas para um abaixo-assinado que será entregue ao presidente da República Jair Bolsonaro.

A tia de Magó, Mariza Poltronieri, explica que a intenção é pedir rigor no cumprimento da lei.

“Para que as leis sejam realizadas na plenitude” 

A família de Magó também organizou uma aula de defesa pessoal para quem quisesse participar e distribuiu sementes de girassol, com a frase “Tentaram nos enterrar, mas não sabiam que éramos sementes”.