‘É uma forma de tentar desafogar atendimentos nas UBSs’, diz secretário sobre novo decreto
Foto: Arquivo/PMM

Comunicado de isolamento

‘É uma forma de tentar desafogar atendimentos nas UBSs’, diz secretário sobre novo decreto

Saúde por Letícia Tristão em 26/01/2022 - 10:24

O documento determina que laboratórios e farmácias emitam comunicado de isolamento em pacientes positivados com sintomas leves. As empresas podem adotar esse documento como atestado, evitando que os pacientes procurem as UBSs caso não precisem de atendimento médico.  

A Prefeitura de Maringá publicou um decreto determinando que laboratórios e farmácias emitam um comunicado de isolamento aos pacientes que testarem positivo para o coronavírus ou influenza, caso o sintomas sejam leves, e não seja necessário atendimento médico.

Segundo o secretário de Saúde, Marcelo Puzzi, é uma medida para tentar desafogar os atendimentos nas unidades básicas de saúde e evitar a disseminação das doenças, já que esse documento pode substituir um atestado médico e os pacientes não precisariam ir até a UBS para isso. [ouça o áudio acima]

O decreto determina que o comunicado deve ser emitido por profissionais clínicos responsáveis pela emissão de laudos laboratoriais ou responsável técnico das farmácias que dão o resultado. Para os laboratórios, emitir esse junto com o resultado é simples, diz a diretora técnica de um laboratório de Maringá, Jane Garcia

O modelo do laudo de isolamento deve ser padronizado e está disponível em anexo no decreto municipal. Curitiba emitiu um decreto semelhante no dia 20 de janeiro.

Maringá vem registrando em média mil casos positivos de Covid-19 diariamente. De acordo com o secretário, os casos continuam sendo leves, não afetando a ocupação hospitalar como em outros períodos da pandemia. [ouça o áudio acima]

No último boletim epidemiológico de casos de coronavírus divulgado pela prefeitura, Maringá tinha 10.480 casos ativos de Covid-19.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550