Com mais de 10 mil casos, Maringá confirma 11ª morte por dengue
Foto: Arquivo/Agência Estadual de Notícias

Aedes

Com mais de 10 mil casos, Maringá confirma 11ª morte por dengue

Saúde por Victor Simião em 26/06/2020 - 15:54

A vítima era um homem de 81 anos. Ele morreu em março, mas a informação entrou somente no relatório desta semana.

A Secretaria de Saúde de Maringá registrou a décima-primeira morte causada pela dengue na cidade. A vítima é um homem de 81 anos, que teve câncer de próstata, sem outras doenças. Ele morreu no dia 19 de março, mas a informação consta no relatório desta semana. O documento é relativo ao período entre 28 de julho de 2019 até o 23 de junho foi acessado pela CBN nesta sexta-feira (26).

Conforme o documento, a cidade chegou a 10.162 casos de dengue. No comparativo com a semana passada, são 540 casos a mais. O número total de notificações está em 13.379. 22 situações estão em análise.

Em relação aos dados da Secretaria Estadual de Saúde, há algumas diferenças. Nesta semana, não houve divulgação do boletim. O relatório mais recente da Sesa é do dia 16. De acordo com o documento, a cidade tinha 8.754 casos de dengue e nove mortes.

Na região da 15ª Regional, segundo a Sesa, são 29.792 resultados positivos para a dengue e 28 mortes.


Conforme o boletim municipal, a chikungunya segue com um caso positivo, importado, e 12 notificações; o zika vírus tem cinco notificações, sem nenhuma confirmação; febre amarela tem uma notificação e 0 casos confirmados. O sarampo tem três notificações e nenhum deles é positivo.

Desde fevereiro, Maringá está em epidemia de dengue.

No Paraná já são 212 mil casos confirmados de dengue e 148 mortes, ao menos até o dia 16 de junho.