Câmara de vereadores de Mandaguari abre CP contra prefeito
Foto: reprodução/correiodenoticias.net

Após denúncia

Câmara de vereadores de Mandaguari abre CP contra prefeito

Política por Carlos Emori em 09/01/2020 - 11:28

O procedimento é resultado de uma denúncia feita contra o legislativo municipal pela construção de um canil municipal que teria sido de forma irregular. O chefe do executivo diz estar tranquilo e que não tem “nada a temer”.

  

Uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores de Mandaguari, nesta quinta-feira, 8, vai marcar a abertura de uma Comissão Processante que pede a cassação do prefeito Romualdo Batista.  
O presidente da Câmara de Vereadores de Mandaguari, Hudson Guimarães, afirma que a instalação da comissão se dará após uma determinação do Supremo Tribunal Federal.
 
A Comissão Processante vai analisar a construção de um Canil Municipal em uma área  que já foi um aterro sanitário. Segundo a denúncia, o local não estaria regular para esse tipo de atividade.

O prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, que  disse estar tranquilo quanto a denúncia e afirma que todos os procedimentos foram realizados de forma legal.

Questionado sobre os motivos que levaram vereadores a buscarem recursos no Superior Tribunal Federal, o prefeito Romualdo Batista, disse acreditar que essa é uma questão política, ainda mais por estar em ano eleitoral.

(atualização 09/01, às 18h23): A Câmara Municipal de Mandaguari decidiu em sessão extraordinária nesta quinta-feira, 9, os membros da Comissão Processante (CP) que analisará a denúncia contra o prefeito Romualdo Batista.

Os membros foram definidos por sorteio e são os vereadores Marcia Serefini (presidente), Nilton Botti (relator) e Luiz Carlos Garcia (membro). A medida atende a decisão monocrática do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que emitiu liminar favorável aos vereadores Eron Barbiero e Marcia Serafini.

A CP terá até 90 dias para concluir os trabalhos. Durante esse período, deverá realizar atividades de julgamento da denúncia.