Após um semestre, Prefeitura de Maringá autoriza estágios na saúde
imagem ilustrativa/foto: divulgação/PMM

UBS

Após um semestre, Prefeitura de Maringá autoriza estágios na saúde

Saúde por Victor Simião em 04/08/2020 - 15:29

A partir de agora, cursos como enfermagem e psicologia podem atuar em Unidades Básicas de Saúde. Havia a proibição devido à Covid-19.

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Saúde, decidiu autorizar a realização de estágios nas Unidades Básicas de Saúde do município. A partir de agora, estudantes do ensino superior podem voltar a atuar nesses espaços. No primeiro semestre de 2020, eles foram proibidos. O motivo: o contágio da Covid-19.

Um ofício circular, assinado pelo secretário de Saúde de Maringá, Jair Biatto, foi enviado às instituições de ensino superior no dia 30 de julho. Conforme o documento, as práticas acadêmicas podem ser feitas a partir do dia 17 de agosto.

Segundo o ofício, ficam autorizados os cursos na área da saúde para o estágio obrigatório do último ano. São graduações como psicologia, fisioterapia e enfermagem. No caso da medicina, estão liberados os estudantes dos quinto e sexto ano.

O grupo de estagiários deve ficar em no máximo quatro, além de um professor-supervisor. Todos devem usar equipamentos de proteção individual, a serem fornecidos pelas faculdades.

Todas das UBSs e outras unidades de saúde municipais estão autorizadas, com exceção das que são específicas para o tratamento do coronavírus - as Unidades de Pronto Atendimento Zona Sul e Zona Norte.

O ofício foi encaminhado a seis instituições de ensino. Por parte delas, havia uma preocupação quanto ao cumprimento do estágio obrigatório - parte fundamental da formação do aluno. O Ministério da Educação autorizou, no primeiro semestre, a possibilidade de prática de estágio remoto. Na avaliação de profissionais da área, isso caracterizou perda de ensino.