‘Sonho direto que estou sendo preso’, diz jovem de Maringá que foi para a cadeia injustamente
Iago de Oliveira Correa e a esposa Mari Souza lutam para esquecer o triste episódio. Foto: arquivo pessoal

Dia do Combate à Injustiça

‘Sonho direto que estou sendo preso’, diz jovem de Maringá que foi para a cadeia injustamente

Segurança por Fabio Guillen/GMC Online em 23/08/2020 - 13:15

Iago de Oliveira Correa, 28 anos, carrega há quase um ano o trauma de ter sido preso injustamente, em Maringá.

O medo e a insegurança estão diariamente caminhando com o jovem, que sempre sonha que está sendo novamente preso. 

“Eu deito tem dias e durmo e acordo gritando sofrendo tudo de novo achando que estou sendo preso. Sonho direto que estou sendo preso novamente. Mês passado tive um pesadelo desses e minha esposa ficou até preocupada”, disse Iago de Oliveira Correa.

O jovem tem tanto medo de ser levado para a delegacia novamente que carrega com ele o alvará de soltura da época. “Não tiro do bolso o alvará que comprova que não era eu. Tenho medo cara de cair numa blitz, da polícia ir em casa de novo ou me abordar e eu ser levado e viver aquele terror de novo”, desabafou.

Correa foi preso injustamente em casa no dia 16 de Outubro de 2019. O jovem tinha acabado de chegar da igreja quando policiais foram à casa dele e anunciaram a prisão. Iago conta que não teve chance de defesa e em poucos minutos saiu do conforto de sua casa para uma cela na delegacia.

O nome dele aparecia em dois processos, por furto e fuga de presídio, mas a foto nos processos é de outra pessoa, o primo dele, que quando foi preso deu nome falso. Por isso, a Polícia Militar (PM) levou Correa.  “Foi a pior experiência da minha vida. Minha esposa ainda está bastante abalada. Ela tem muito medo de eu ser preso de novo. Meteram o farolete na janela e me jogaram no camburão e levaram para a nona. Ser acusado pelo que você não fez é muito triste”, disse.

Iago de Oliveira Correa ficou 24 horas preso na Delegacia de Maringá. O jovem entrou com uma ação contra o Estado, mas ainda não obteve resposta.

Neste dia 23 de agosto é o Dia do combate à injustiça. Iago, mais do que ninguém, sabe bem a importância desse dia. “Realmente essas coisas precisam acabar. Acho bem legal ter um dia para falar do assunto. A injustiça faz muito mal pra gente. Estou tentando me recuperar e ficar bem”, comentou. 

Acesse GMC Online