Deputados de Maringá acreditam que Bolsonaro terá maioria
Arquivo/Agência Brasil

Câmara Federal

Deputados de Maringá acreditam que Bolsonaro terá maioria

Por Luciana Peña em 29/10/2018 - 09:52

Mesmo quem está na oposição reconhece que o ‘centrão’ vai ser decisivo e a tendência é de apoio. A oposição na Câmara Federal deverá ter 150 deputados.

Player Ouça a reportagem

A reportagem da CBN conversou com os quatro deputados federais eleitos por Maringá para saber a opinião deles sobre o resultado das eleições e qual a expectativa de relacionamento entre a Câmara Federal, e o presidente eleito Jair Bolsonaro.

O sargento Fahur, deputado federal que recebeu mais votos no Paraná, terá com certeza um bom relacionamento com o próximo presidente. Apesar de não ser do mesmo partido, Fahur fez campanha para Bolsonaro. O PSD de Fahur fechou com Bolsonaro no estado.

Fahur é o único novato na Câmara entre os deputados eleitos por Maringá. Assim como metade dos eleitos para o Congresso Nacional, diz o deputado Ricardo Barros, do Progressistas. Mesmo sendo cedo para avaliar como se comportará esse ‘novo’ Congresso, a aposta é que haja cooperação.

Na oposição, o deputado federal Ênio Verri diz que a tendência é de apoio porque quem decide no final das contas é o ‘centrão’.

E no ‘centrão’ está o deputado Luiz Nishimori do PR, partido que não apoiou Bolsonaro no primeiro turno. Foi com Alckmin. Mas nem todos os parlamentares do PR concordaram com a direção do partido. Nishimori, por exemplo, articulou apoio a Bolsonaro.