Sesduem também encerra greve em Maringá
ASC/UEM

Educação

Sesduem também encerra greve em Maringá

Educação por Victor Simião em 04/12/2019 - 19:00

A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá tinha aprovado uma paralisação que duraria até esta quarta-feira (04). Em assembleia, professores aprovaram a continuidade do estado de greve - ou seja, podendo convocar e aprovar uma assembleia a qualquer momento. Uma nova assembleia está marcada para às 14h desta quinta-feira (05), no auditório da Aduem. Na manhã desta quinta-feira, quem se reúne é o Sinteemar, o sindicato que reúne parte dos professores e os servidores técnicos da UEM. Às 8h, na sede da entidade, os filiados votam a continuação ou não da greve. A primeira entidade a decidir pelo fim da greve foi a APP Sindicato, em assembleia realizada em Curitiba. A Reforma da Previdência estadual motivou a greve. Apesar da paralisação, deputados aprovaram a medida. O projeto altera a idade mínima de contribuição e aumenta alíquota de contribuição. A votação segue neste momento em Curitiba.

Atualizado em 05.12 às 7h11 -  Em primeira votação a matéria foi aprovada com 43 votos favoráveis e nove contrários. Em segunda discussão o projeto recebeu 43 votos a favor e um contra. Nesta votação, a bancada de oposição se retirou. Agora a PEC está apta para ser promulgada pela Comissão Executiva da Casa. E durante a tarde dessa quarta-feira (4) os manifestantes que ocupavam a Assembleia Legislativa se retiraram do prédio.