Paciente que estava em ‘pulmão artificial’ se recuperou da Covid-19 e teve alta hospitalar
Imagem Ilustrativa | Foto: Divulgação/Conselho Regional de Biomedicina

Maringá

Paciente que estava em ‘pulmão artificial’ se recuperou da Covid-19 e teve alta hospitalar

Saúde por Luciana Peña em 06/04/2021 - 10:57

Em março, a CBN trouxe uma reportagem sobre a técnica utilizada pela primeira vez num paciente com Covid-19 em Maringá. O pulmão artificial ganhou destaque nacional nos últimos dias porque o equipamento está sendo usado no tratamento do ator Paulo Gustavo. 

Com o noticiário acompanhando a luta do ator Paulo Gustavo contra a Covid-19 os brasileiros foram apresentados com detalhes à técnica do pulmão artificial ou Ecmo.

O equipamento está sendo utilizado pelo ator. O pulmão artificial é uma máquina que oxigena o sangue fora do corpo. É a oxigenação por membrana extracorpórea.

No período em que o paciente está ligado à máquina, o pulmão pode descansar e se recuperar da inflamação causada pelo coronavírus. As trocas gasosas no sangue são feitas pelo equipamento.

Este tipo de terapia já existe há anos e foi bastante utilizada na época da gripe H1N1.

No começo de março, uma reportagem da CBN tratou sobre o uso pela primeira vez num paciente com Covid-19 em Maringá.

Era um paciente com 19 anos de idade, obeso e que estava em estado grave. Ele estava internado num hospital particular da cidade, o único a adotar o procedimento na região.

O médico intensivista Jair Biatto, que acompanhou o paciente, diz que o jovem se recuperou e já deixou o hospital. [ouça o áudio acima]

A Ecmo não é indicada a todos os pacientes. Alguns critérios são avaliados, como, por exemplo, a extensão da lesão pulmonar. [ouça o áudio acima]

No sistema público de Saúde há notícia de utilização da Ecmo em pacientes do Hospital de Clínicas de Porto Alegre no projeto “Qualificação de Dispositivos de Assistência Circulatória no Sistema Único de Saúde”, segundo reportagem da Agência Brasil.