Gestantes e puérperas: é seguro se vacinar contra a Covid-19?
Imagem Ilustrativa | Foto: Geraldo Bubniak/Agência Estadual de Notícias

Prioritário

Gestantes e puérperas: é seguro se vacinar contra a Covid-19?

Saúde por Letícia Tristão em 03/05/2021 - 15:43

Com a inclusão desse público no grupo prioritário, surge a dúvida. 

O Brasil registrou aumento significativo no número de gestantes e puérperas que morreram vítimas da Covid este ano, em relação ao primeiro ano da pandemia. O número é quase o dobro. Ao longo de 2020, em todo o país foram 453 mortes de mulheres com esse perfil. E desde o início de 2021, houve o registro de 362 morte de mulheres grávidas ou no puerpério em decorrência da covid. Os dados foram analisados pelo Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBr Covid-19).

Com isso, o Ministério da Saúde incluiu as gestantes e puérperas no grupo prioritário para se vacinar contra o coronavírus. Mas surge a dúvida se é seguro para a gestante e para o bebê se vacinar contra o coronavírus.

O infectologista Luiz Jorge Moreira Neto explica que não há contraindicação. Segundo ele, a gestação pode colocar a mulher como grupo de risco, considerando a queda na imunidade durante o período. [ouça o áudio acima]

O Paraná já recebeu uma remessa de vacinas destinadas a esse público. O lote com essas doses deve ser enviado aos municípios entre esta terça (4) e quarta-feira (5). Segundo o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, todas as gestantes, de qualquer idade, podem ser vacinadas nessa etapa. No caso das puérperas, apenas as que tiverem doenças crônicas.