Estudantes da UEM criam grupo de WhatsApp para esclarecer idosos
Foto: Divulgação

Covid-19

Estudantes da UEM criam grupo de WhatsApp para esclarecer idosos

Educação por Luciana Peña em 21/07/2020 - 12:04

O objetivo é combater as fake news sobre a Covid-19 entre a população idosa. Um público mais vulnerável e que não tem muitas ferramentas para diferenciar as informações verdadeiras das falsas. O grupo de WhatsApp começa a tirar as dúvidas nessa quarta-feira (22) e segue ajudando os idosos até 6 de agosto.

Acreditar em notícias falsas pode ser perigoso para a saúde. O problema é que em meio à pandemia de coronavírus tem muita fake news rodando por aí.

E os idosos, muitas vezes, são os leitores mais crédulos em fake news, porque não têm muitas ferramentas para filtrar e comprovar as informações.

É este o serviço que acadêmicos da UEM querem prestar à população idosa. A iniciativa é de acadêmicos de medicina ligados à Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil em parceria com a Liga Acadêmica Multidisciplinar de Geriatria e Gerontologia da UEM.

Os idosos com 60 anos ou mais já podem entrar neste grupo de WhatsApp, por meio de link ou QR Code. A partir dessa quarta-feira (22) e até o dia 6 de agosto, os estudantes vão tirar dúvidas, conferir informações e desmascarar as fake news.

São mais de 30 estudantes monitorados por professores. Como explica o acadêmico do primeiro ano de medicina da UEM, Pedro Aguilar.[ouça no áudio acima]

Uma das principais dúvidas de idosos, os estudantes já conhecem: existe algum remédio que trata o coronavírus?[ouça no áudio acima]

Além de esclarecer dúvidas, os acadêmicos irão postar no grupo, em horários determinados, materiais informativos. Para entrar no grupo de WhatsApp, clique aqui.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação