Suspeito envolvido no sequestro em Cambira é morto pela PM
Foto: Maicon Sales/TNOnline/reprodução

Região

Suspeito envolvido no sequestro em Cambira é morto pela PM

Por Victor Simião em 02/12/2019 - 18:55

Foi durante uma troca de tiros em Mandaguari. Dois suspeitos, um homem e uma mulher, já foram presos. Um terceiro está hospitalizado. Sequestro começou na noite de domingo e terminou nesta segunda-feira (02).

Player Ouça a reportagem

Um homem foi morto pela Polícia Militar em Mandaguari, na região de Maringá, na tarde desta segunda-feira (02). Ele é dos suspeitos que teriam participado do sequestro de uma família em Cambira, cidade do interior paranaense, que fica a 47 quilômetros de Maringá. Outro suspeito foi baleado e hospitalizado. Uma mulher foi presa. Antes disso, um homem, também suspeito de envolvimento no crime, já tinha sido preso em Cambira. 

Segundo a Polícia Militar, a troca de tiros aconteceu depois que dois dos três suspeitos reagiram a uma abordagem em Mandaguari. As equipes de canil e de choque foram utilizadas. É que os policiais chegaram a uma residência. De lá, os suspeitos fugiram, e aí os cães indicaram onde eles estariam. Foi quando ocorreu o confronto armado. 

Um revólver calibre 38 e uma pistola 9 milímetros foram apreendidos.

 O sequestro começou na noite desse domingo. Criminosos foram até a casa de um gerente de banco, roubaram dois carros e fizeram a família de refém. O homem foi liberado na manhã desta segunda-feira (02) na cidade; a esposa e o filho, por volta das 12h, em Maringá. É que houve um cerco na cidade, e o carro em que eles estavam foi localizado. Os criminosos conseguiram fugir, mas a família está bem, explicou o tenente-coronel Ademar Paschoal, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, em Maringá. 

Ainda não se sabe exatamente a motivação do crime, mas suspeita que tenha alguma relação com o fato de o homem ser gerente de banco. As polícias da região norte continuam mobilizadas.

Até o início da noite desta segunda-feira, havia algumas informações desencontradas.

 

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria