Polícia abre inquérito para investigar alunos expulsos da Unicesumar
Imagem Ilustrativa/fortuna.ge

Fraude

Polícia abre inquérito para investigar alunos expulsos da Unicesumar

Por Victor Simião em 05/09/2019 - 15:25

Eles foram retirados do centro universitário após uma sindicância interna que apontou fraude no vestibular de medicina. Segundo o delegado, eles podem ser indiciados por estelionato e falsidade ideológica.

Player Ouça a reportagem

A Polícia Civil de Maringá instaurou um inquérito para investigar os quatro jovens expulsos da Unicesumar. Segundo a faculdade, eles fraudaram o vestibular de medicina. Os agora ex-alunos cursavam o primeiro semestre de graduação. A informação sobre a retirada deles foi divulgada nesta quarta-feira (04). 

Segundo o centro universitário, em sindicância interna os jovens confessaram que fraudaram o vestibular. Eles teriam pagado para que outras pessoas fizessem as provas para eles. 

O trabalho da Polícia Civil deve levar pelo menos 30 dias. Nesse período, os quatro devem ser ouvidos. Além disso, as pessoas que teriam feito as provas também serão convocadas pelos investigadores. Se for necessário  prazo do inquérito será ampliado.

De acordo com o delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial de Maringá, Adão Rodrigues, os jovens podem ser acusados de estelionato e falsidade ideológica. Existe a possibilidade, também, de formação de quadrilha.

Este não é o primeiro caso em Maringá. Na própria Unicesumar, em um vestibular anterior, 11 candidatos foram retirados da prova tentando fraudar o processo de medicina. O delegado diz que fraudes como essa são comuns.

O curso de medicina da Unicesumar é o mais concorrido da instituição. Tanto que as provas para o ingresso, diferentemente dos vestibulares de outros cursos, são realizadas por uma empresa terceirizada. 

Atualmente, a mensalidade para quem ingressa no curso é de R$ 8,8 mil. O centro universitário Unicesumar tem, ao todo, 1413 alunos estudando medicina.

Os jovens expulsos são de Mato Grosso, Goiânia e de cidades da região de Cascavel.  

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria