Pandemia: não adianta fugir da realidade
Pixabay

Opinião

Pandemia: não adianta fugir da realidade

O comentário de Gilson Aguiar por Gilson Aguiar em 20/11/2020 - 09:23

O número de casos de covid-19 está crescendo. O comportamento da sociedade cansada da pandemia leva a afrouxar as medidas de segurança e a tolerar o comportamento de risco. Porém, para uma parte da sociedade o preço é elevado. Há que se ter responsabilidade para lidar com a situação. 

Não adianta fugir da realidade, a doença está aí. Se paga um preço e o valor pode ser baixo se as medidas de restrição forem obedecidas. O valor se eleva na medida em que consideramos que nossos interesses pessoais devem prevalecer. A responsabilidade é vital. A vacina está chegando e o tempo de espera para a imunização é cada vez menor. 

No Paraná são 2.678 casos registrados nas últimas 24 horas. O maior número desde agosto. Agora, o estado conta com mais de 246 mil casos de Covid-19 e 5.775 mortes. Não é o único Estado com um crescimento significativo. O país vê o crescimento dos números de casos e a ocupação de leitos.

Uma parte das pessoas observa estes números com descaso. Não se importa. Prefere correr o risco. Os números que estamos vendo crescer é o resultado do afrouxamento com medidas de segurança e distanciamento. Não é fechar tudo, mas saber lidar com medidas de distanciamento e higiene. O comportamento mínimo de respeito a vida alheia e a sua própria vida.

 

Quer fazer contato com Gilson Aguiar, encaminhar uma sugestão? Envie uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550.