"Mulheres devem atuar em vários setores: política também"
Imagem Ilustrativa/franchetti.com

Brasilianas

"Mulheres devem atuar em vários setores: política também"

Por Victor Simião em 18/09/2019 - 15:27

A afirmação é de Thaisa Torres, gestora pública e uma das responsáveis pelo projeto "Brasilianas", que atua na formação de mulheres. Ela veio a Maringá para participar de uma ação local. Foi nessa quarta-feira (17).

Player Ouça a reportagem

Criada em 2018, a Iniciativa Brasilianas vem ganhando espaço no país. Formada por mulheres em São Paulo, capital, o grupo busca realizar ações para esse público. Entre outros tópicos, atua em projetos voltas à saúde da mulher, a participação delas no terceiro setor e também na política. Uma das responsáveis pela Brasilianas é a gestora pública Thaisa Torres. Ela coordena o curso de formação política das mulheres. A gestora veio a Maringá para falar sobre a participação feminina em disputas eleitorais.

Atualmente, 15% da Câmara dos Deputados têm as cadeiras ocupadas por mulheres. O número é o maior na comparação com anos anteriores, mas ainda é baixo, na avaliação de Thaisa. Segundo a gestora, é necessário mostrar a elas que a mulher deve atuar em todos os setores, inclusive na política.

Nas eleições mais recentes, partidos foram obrigados a ceder 30% das candidaturas às mulheres. Em muitos casos, elas apenas cumpriram a obrigação ou então foram laranjas. A questão, portanto, para eleger mulheres não é tão simples de ser resolvida.

Como mudar isso? A avaliação da Thaisa é conseguir eleger mais mulheres para eleger mais mulheres e conscientização dos eleitores.

Em Maringá, um curso gratuito de formação política para mulheres têm ocorrido. A realização é local, em parceria com a Brasilianas.

Notícias da mesma editoria