Júri de acusado pela morte de Tabata Rosa é cancelado por causa da pandemia
Tábata Rosa | Foto: Reprodução

Umuarama

Júri de acusado pela morte de Tabata Rosa é cancelado por causa da pandemia

Paraná por Luciana Peña em 30/06/2020 - 09:54

O julgamento estava marcado para o dia 25 deste mês.

Eduardo Leonildo seria julgado no último dia 25. Mas o julgamento que seria realizado na comarca de Cascavel foi cancelado por causa da pandemia.

Leonildo é acusado de violentar e matar a menina Tábata Rosa, em 2017 na cidade de Umuarama. Na época do crime, Tábata tinha seis anos e ia para a escola quando foi raptada.

O acusado foi preso graças a imagens de câmeras no trajeto entre a casa da menina e a escola.
Na delegacia, populares tentaram linchar Eduardo Leonildo. Houve depredação, carros da polícia incendiados e o acusado foi transferido às pressas.
A advogada Josiane Monteiro, assistente de acusação explica que o juízo local decidiu seguir uma resolução do Conselho Nacional de Justiça e cancelou o júri, mas após a fase crítica da pandemia. o julgamento será remarcado.[ouça no áudio acima]

A CBN ligou para o advogado de defesa de Eduardo Leonildo, mas as ligações caíram em caixa postal.