Hospital de campanha é uma opção, diz superintendente do HUM
Imagem Ilustrativa | Foto: Arquivo/Agência Pará

Leitos no limite

Hospital de campanha é uma opção, diz superintendente do HUM

Saúde por Luciana Peña em 25/02/2021 - 16:15

Embora seja uma solução cara e difícil, não pode ser descartada pelo Secretário de Saúde do Paraná, diz a superintendente do Hospital Universitário de Maringá Elisabete Kobayashi. Muitos hospitais já estão realizando manobras internas para abrir pequenas enfermarias de campanha. No HUM, a taxa de ocupação é de 100%.  Nesta quinta-feira (25), há um leito vago em UTI e três em enfermaria.  O problema é que faltam profissionais. O HUM está perdendo médicos e outros profissionais, que estão pedindo demissão. O hospital abriu credenciamento, mas faltam interessados.

Ouça a entrevista:

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550