Festas ainda não podem ser normais
CBN Maringá

Opinião

Festas ainda não podem ser normais

O comentário de Gilson Aguiar por Gilson Aguiar em 22/12/2021 - 07:55

Na contramão da vontade tem o que nós chamamos de realidade. O desejo não é para todo mundo. Há quem esteja descobrindo isso agora, nas viagens de final de ano. As tão esperadas férias estão com um sabor elevado. Destruído o gosto dos desejos e perturbando o ócio típico da vida longe do trabalho.

A pandemia tem segurado um pouco o ímpeto de quem deseja viajar. As ocupações de casas, apartamentos e quartos de aluguel ainda são 70% do potencial. Mas o movimento já é 38% maior do que no ano passado. Longe ainda dos números de 2019, claro. Parte destes dados são da Associação Comercial e Empresarial de Matinhos (ACIAM).

A inflação pode ser um dos vilões, junto com a pandemia para uma segurada nas viagens e consumo neste período. Porém, a busca pelo retorno ao normal é para uma grande maioria meta incansável. Fazer a vida ter o mesmo curso que tinha antes da pandemia.

Quem não quer um tempo de descanso depois de tanta tensão. Ainda mais porque 2022 terá uma carga de expectativa elevada. Aquilo que ficou esquecido nos tempos de alta da pandemia vão retornar as nossas pautas de preocupação do dia a dia. A vida segue sempre tem um problema à frente.

O engraçado é nos perguntarmos qual perguntar qual será a pauta das conversas nos bares, nos encontros entre conhecidos e desconhecidos depois de praticamente dois anos de distância. Será que a pandemia? Ou todos vão querer se esquecer dela? Acredito que por mais que não desejamos fazer da Covid-19 o assunto do dia a dia, a responsabilidade de evitar que ela retorne esteja na cabeça de todas as pessoas. 

Quer fazer contato com Gilson Aguiar, encaminhar uma sugestão? Envie uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550