Escolha para Conselho Tutelar teve 13 mil eleitores
Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução/internet

Disputa

Escolha para Conselho Tutelar teve 13 mil eleitores

Por Victor Simião em 07/10/2019 - 08:18

Dos 10 mais votados, três já atuam na função. Disputa ocorreu nesse domingo (06).

Player Ouça a reportagem

13 mil 680 eleitores participaram da escolha dos 10 conselheiros tutelares em Maringá. O número equivale a 5% do total de pessoas aptas a votar no processo, que ocorreu ao longo desse domingo (06). Dos novos eleitos, quatro já estão na função atualmente. 41 maringaenses disputaram as vagas, e o resultado final ficou assim: 

ítalo Maroneze recebeu 978 votos e foi reeleito; Neia Maria, 684, também reeleita;  Ivanete Pittarelli, 670 votos, reeleita. Rodrigo Venturin, com 621 votos, Lia Chicoski, com  601, Rodrigo José Veríssimo, com 571, Silvana Agustini, com 566, Jesiel Carrara, com 565 (também reeleito), Sonia Versari, com 542, e Vagner Alves, 520, foram eleitos.

Luciana Catto, Renata Gomes, atualmente conselheira, e Amanda Santos ficaram como suplentes. O resultado deve ser homologado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. 

Os eleitos atuam na gestão 2020/2024. O salário de um conselheiro é de R$ 5,5 mil. A responsabilidade é grande. Entre outras obrigações, fiscalizar espaços públicos e privados, auxiliar as forças de segurança e também o setor de educação no que envolve a vida de crianças e adolescentes.

O servidor público Edson Paliari considera a função importante para a cidade, e por isso disse ter votado com consciência no domingo. 

A aposentada Eliane Garcia  disse conhecer e reconhecer o trabalho da pessoa em quem votou. Ela lamentou a participação baixa dos eleitores nessa disputa.

Na eleição passada, em 2015, Maringá registrou 12 mil votos - 5% do total 

de pessoas aptas naquela época.

Na disputa deste ano foram registrados 17 votos em branco e 72 nulos. 

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria