Dr. Batista e Evandro Araújo vão presidir comissões, na Assembleia
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20 (Arquivo/CBN)

O Assunto é Política

Dr. Batista e Evandro Araújo vão presidir comissões, na Assembleia

Por Diniz Neto em 20/02/2019 - 10:54
Player Ouça o boletim

DE SAÍDA

O secretário de Gestão de Maringá, Rogério Calazans, conversou com o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, e expôs a sua necessidade pessoal de deixar a administração. Ele é filho único e o seu pai necessita de acompanhamento para tratamento médico, o que inviabiliza neste momento a sua continuidade na equipe.

A sua saída ainda não se concretizou, mas deverá acontecer, em breve.

Calazans afirma que mesmo fora vai continuar apoiando e torcendo para o sucesso da administração Ulisses Maia. Ele também enfatiza que o único motivo da sua saída é pessoal, não havendo nenhum descontentamento ou problema na esfera profissional ou projeto político.

DR. BATISTA REELEITO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE SAÚDE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

O médico Manoel Batista da Silva Júnior, o deputado estadual Dr. Batista, foi reconduzido para a presidência da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Paraná. O mandato é de dois anos.

EVANDRO ARAÚJO ASSUME A PRESIDÊNCIA DA COMISSÃO DE ORÇAMENTO

O deputado estadual Evandro Araújo (PSC) vai presidir a Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Paraná. Ele também é membro da Comissão de Constituição Justiça (CCJ), a mais disputada da Casa, e foi eleito vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente.

Evandro Araújo tem domicílio eleitoral em Marialva e é o deputado estadual mais votada da região. Ele também é de partido ligado ao governador Ratinho Junior e tem grande influência nas decisões regionais e na Assembleia.

MULTAS PARA MOTORISTAS POR APLICATIVOS

O secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, fez contato ontem sobre a nossa nota relacionada a multas que estariam sendo aplicadas a motoristas de aplicativos, no aeroporto e outros locais, a partir de fotos. Ele negou a prática e disse que a secretaria está atenta ao problema e que isto não será permitido.

 LEGISLAÇÃO EM VIGOR

Por outro lado, me lembrou que há uma legislação municipal relacionada ao transporte por aplicativos, construída em reuniões a quatro mãos, onde todos tiveram a oportunidade de participar e opinar.

Pela lei, todos os motoristas devem estar cadastrados e as empresas devem pagar cerca de 8 centavos de impostos. O cadastro, segundo o secretário, inclui dados sobre os motoristas e vistoria dos veículos.

Não houve cadastramento, pelo que entendi, de nenhum motorista. Assim, todos os motoristas de aplicativos estão realizando transporte clandestino, passível de multa.

MOTO PARA O TRÂNSITO

A Prefeitura entregou ontem 6 motos Yamaha MT 07, com quase 700 cilindradas, para a Semob (trânsito). O valor unitário teria sido de R$ 45.900. A internet se encheu de publicações mostrando que as motos estão cotadas no mercado a um valor pelo menos 20% menor, sem contar que o desconto para compra de seis unidades deveria ser maior.

A alegação de que a diferença é para os equipamentos também foi bastante contestada, inclusive com publicação dos preços dos equipamentos cotados em sites de vendas na internet.

Outra dúvida levantada é sobre a potência das motos compradas, de 689 cilindradas: Porque motos tão potentes? Motos de 350 cilindradas, bem mais baratas, fariam o trabalho, afirmam pessoas que conhecem o setor.

A administração encaminhou informações sobre quais motos outras prefeituras utilizam para a fiscalização e procedimentos no trânsito. Os agentes de Curitiba usam Hornet 600 four; Brasília BMW 800 gs e Honda Hornet 600; Rondônia Honda Transalp 700; PM Maringá Honda CBR 1000; Atibaia Tiger 800.

Sobre o valor, a explicação é que "as motos vem equipadas com sirene, bauleto, protetores, pintura personalizada e as luzes de emergência". "Se alguém tem como vender mais barato pode participar da licitação. A prefeitura paga rigorosamente em dia".

CRITICAS AO PREFEITO

Na sessão de ontem, vereadores usaram a tribuna para criticar o prefeito.

Mario Verri (PT), criticou a nomeação de João Luiz Regiani no Procon.

O vereador Sidnei Telles cobrou da prefeitura o cumprimento de leis aprovadas na Câmara, sancionadas pelo prefeito, mas não obedecidas pela administração.

 1ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DO ROCK

Participei ontem da 1ª Conferência Estadual do Rock, realizada à noite, no Auditório Hélio Moreira. A organização foi de Ronaldo Marques, com convidados de alto nível, entre lendas do rock do Paraná, famosos, educadores, músicos e pessoas que gostam da música.

Farei postagem sobre a conferência durante o dia na coluna Zona Livre no Portal GMC Online.

TJPR ABSOLVE ELIAS LIMA E MANTÉM SEUS DIREITOS POLÍTICOS E ELEGIBILIDADE

Na tarde desta terça-feira, 19/2/19, o TJPR, por unanimidade, absolveu o ex-prefeito de Engenheiro Beltrão de improbidade com inelegibilidade e suspensão dos direitos políticos.

Elias Lima foi acusado pelo Ministério Público de ter contratado irregularmente uma ONG para prestação de serviços públicos, irregularidade não existente e assim agora reconhecida pelo TJPR segundo a defesa.

De acordo com os advogados de Elias, Cesar Vianna, Barcelos Alarcon (Anderson Alarcon) e Carla Karpstein, na decisão desta tarde o TJPR desclassificou a acusação e o absolveu da suspensão dos direitos políticos, mantendo sua elegibilidade e regularidades intactas.

Elias é reconhecido por sua principal bandeira: a saúde. Não à toa é o gestor do SUS Ministério da Saúde do Governo Federal desde a gestão anterior em todo o Estado do Paraná.

O cenário para 2020 promete.
Colaborou com informações Francine Silva.

Notícias da mesma editoria