Com "quarentena" de 72h para recicláveis, coleta seletiva volta ao normal
imagem ilustrativa/foto: Cary Bertazzoni/PMM

35 toneladas

Com "quarentena" de 72h para recicláveis, coleta seletiva volta ao normal

Meio Ambiente por Luciana Peña em 18/04/2020 - 10:05

A coleta seletiva em Maringá está chegando perto do volume coletado antes do isolamento social. São recolhidas 35 toneladas de recicláveis por dia. O material fica em "quarentena" num barracão antes de ser processado.
 

Neste primeiro mês de isolamento social, a coleta seletiva em Maringá parou por aproximadamente uma semana. Neste período, a empresa contratada para recolher o material de casa em casa e levar até as cooperativas ameaçou demitir 50 funcionários porque o município suspendeu o contrato. 

Mas a coleta acabou voltando aos poucos e na semana passada já estava normalizada. Esta semana o volume coletado se aproximou do período pré-isolamento social.
Eram coletadas 40 toneladas de recicláveis por dia e agora são 35.

Os recicláveis coletados ficam num barracão por 72 horas, antes de passar pelas mãos dos cooperados. É uma quarentena, recomendada pelo Ministério Público do Trabalho, explica o secretário de Serviços Públicos de Maringá, Antônio Roberto Padilha.
 
A coleta convencional está recolhendo 400 toneladas de lixo por dia e o volume não deve aumentar muito, mesmo com a reabertura do comércio. 
 
O contrato com a empresa de coleta foi retomado e não houve demissões.

 

E lembre-se: ao sair de casa, use máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante