Advogados do consulado de Angola virão a Maringá na semana que vem
Eles irão acompanhar o andamento das investigações sobre a agressão sofrida por dois angolanos | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Caso angolanos

Advogados do consulado de Angola virão a Maringá na semana que vem

Segurança por Luciana Peña em 14/11/2020 - 10:27

Eles irão acompanhar o andamento das investigações sobre a agressão sofrida por dois angolanos numa loja de conveniência no último fim de semana. Eles darão apoio psicológico também a outros três angolanos que foram intimados no dia seguinte quando os cinco estiveram no local tentando identificar os autores da agressão.  Os advogados chegam no próximo dia 18 e vão conversar com a Polícia Civil e com o Ministério Público, diz o presidente da Associação dos Estrangeiros residentes em Maringá e região, Ronelson Furtado Balde.

 

A Polícia Civil apura se houve crime de lesão corporal ou racismo no episódio na cervejaria. A Associação dos Estrangeiros acredita que foi um crime de racismo e tentativa de homicídio e em protesto organiza uma manifestação na tarde deste sábado (14) na Praça da Catedral. A mobilização contra racismo e xenofobia será a partir das 15h.

A Cervejaria Cacique, uma distribuidora de bebidas que tem uma rede de loja de conveniências, numa das quais ocorreu as agressões, publicou na página da empresa no Facebook mais uma nota em que repudia o racismo e a xenofobia.