“Tudo é política”
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

“Tudo é política”

O Assunto é Política por Diniz Neto em 22/11/2019 - 10:09

 

Na coluna de hoje:

- DIA DO MÚSICO

- CALÇADAS EM VOLTA DO TERMINAL INTERMODAL, UM PEDIDO PARA O PREFEITO

- CANDIDATO A PREFEITO

- COMENTANDO PROMESSAS

- CIDADANIA REALIZOU CONVENÇÃO EM MARINGÁ

- PARTIDO 38

- A FRASE DO PRESIDENTE: “TUDO É POLÍTICA!”

- PREFEITO DE MANDAGUARI VAI PRESIDIR A AMUSEP

- ELEIÇÃO NO DCE DA UEM

 

22 de novembro, sexta-feira. Faltam 39 dias para o fim do ano.

DIA DO MÚSICO

O Dia do Músico é comemorado, a cada ano, em 22 de novembro.

A data é uma homenagem aos artistas da música.

A comemoração acontece no Dia de Santa Cecília, padroeira dos músicos, e bastante reconhecida pelos católicos no Brasil.

Em 1594, ela foi nomeada padroeira da música pelo papa Gregório XIII.

Na mitologia grega também temos uma bela história. De acordo com a lenda grega, os deuses pediram para que Zeus criasse divindades que pudessem cantar em celebração às vitórias contra os Titãs.

Zeus, atendendo aos pedidos, passou 9 noites de amor com Mnemosia, a deusa da memória, e desta união nasceram 9 entidades, que foram chamadas "Musas". Aliás, a origem da palavra música vem daí.

Entre as suas novas criações, estava Euterpe, a musa da música, que formou par com Apolo, deus do Sol e da música, para louvar as vitórias dos outros deuses.

 

-------

CALÇADAS EM VOLTA DO TERMINAL INTERMODAL, UM PEDIDO PARA O PREFEITO

O ouvinte Omar me encaminhou um pedido: Já que a inauguração do terminal intermodal está complicada, por que não liberar as calçadas no entorno dele? O cidadão tem que dividir espaço com os veículos ou atravessar a rua. No mínimo, um incômodo que pode ser solucionado com a liberação das calçadas”.

O Omar me mandou fotos e vídeos, registrando a complicada situação em volta do Terminal Urbano Intermodal Dr. Said Ferreira.

Tá feito o pedido, Omar! E muito obrigado por acompanhar a CBN e o nosso trabalho!

 

SENADOR FLÁVIO ARNS EM MARINGÁ

O senador Flávio Arns esteve em Maringá, ontem. Chegou à tarde e já viajou cedo para compromissos.

Veio para os eventos da Câmara Brasileira da Construção Civil e Sinduscon.

Quem veio com ele e continuará em Maringá hoje, é Flavio Vicente, da equipe do gabinete do senador. Flavio foi vereador em Maringá, por dois mandatos, secretário de Assistência Social e Cidadania e candidato a prefeito pela Rede Sustentabilidade.

 

CANDIDATO A PREFEITO

Convivendo diariamente com os três senadores pelo Paraná, Flavio Arns, Alvaro Dias e Oriovisto Guimarães, Flavio tem sido incentivado a ser candidato a prefeito, no ano que vem.

Esta é uma possibilidade que ele está estudando. Certamente hoje, nos seus contatos em Maringá, ouvirá muito sobre o seu trabalho em Brasília e sobre esta provável candidatura.

 

COMENTANDO PROMESSAS

O pré-candidato a prefeito pelo partido Patriota, Eliseu Alves Fortes, comentou nas redes sociais sobre a promessa de campanha do prefeito Ulisses Maia de que acabaria com as filas das creches.

Eliseu escreveu: “A promessa de campanha é que se construiria 10 Creches no primeiro ano de mandato. Já estamos no final do terceiro ano da atual gestão e não foi construída nenhuma. Fazer promessa e não cumprir é a tônica da atual gestão. Maringá precisa de um governo que olhe pelo povo e, principalmente, que não tente iludir a população dando festas em lugar de dar educação”.

 

CIDADANIA REALIZOU CONVENÇÃO EM MARINGÁ

O Cidadania realizou convenção municipal ontem. Foi eleita a Executiva. O vereador Flavio Mantovani continua na presidência, tendo como secretário Luciano Pozza.

Cláudia Bocchi foi confirmada na presidência do Cidadania Mulher.

O vereador Onivaldo Barris, que era do PHS, que se incorporou ao Podemos, e está sem partido, acompanhou a convenção do Cidadania. O vereador tem convites de vários partidos para se filiar.

Quem também esteve acompanhando a convenção foi o ex-vereador Paulo Mantovani, que foi vice-presidente da Câmara. Paulo foi o vereador mais votado em 1982 e cumpriu quatro mandatos na Câmara Municipal.

 

PARTIDO 38

Aconteceu ontem, em Brasília, a primeira convenção do novo partido presidido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. O Aliança pelo Brasil terá o número 38.

Sobre o sugestivo número (calibre mais conhecido dos revólveres), Bolsonaro respondeu: "Acho que é um bom número, não é? Tinha poucas opções, e 38 é um número fácil de gravar".

A corrida agora é contra o relógio, para conseguir o registro até março.

Deverá haver uma mobilização sem precedentes para conseguir as assinaturas. O novo partido pediu ao TSE que considere as assinaturas com certificação digital.

Serão necessárias pelo menos 491.967 assinaturas - equivalente a 0,5% dos votos dados na última eleição para a Câmara dos Deputados, excluídos os votos em branco ou nulos.

 

A FRASE DO PRESIDENTE: “TUDO É POLÍTICA!”

O presidente Bolsonaro no seu discurso, falou da necessidade das pessoas participarem da política: “Tudo aqui é política”. Na verdade, tudo na vida, na sociedade humana, tem política. O presidente tem razão. Quem não participa sofre os efeitos das decisões de quem participa.

PREFEITO DE MANDAGUARI VAI PRESIDIR A AMUSEP

Em reunião realizada ontem, na sede da associação de municípios da região, a Amusep, os prefeitos decidiram que o prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, o Batistão, vai ser o próximo presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep).

Batistão foi vice-presidente nas duas últimas gestões.

Na reunião os prefeitos trataram de pautas para 2020. Entre elas está o trabalho contra a extinção de municípios com menos de 5 mil habitantes.

A Associação dos Municípios do Paraná, AMP, distribuiu um manifesto contra a proposta de fusão e incorporação de municípios.

Como falamos desde a primeira vez em que informamos e comentamos esta proposta, ela é muito polêmica, como outra do Plano Mais Brasil que o presidente Bolsonaro entregou ao Congresso Nacional, ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

ELEIÇÃO NO DCE DA UEM

Em contagem de votos muito tumultuada, que durou seis horas, a chapa 3 foi declarada vencedora da eleição para o DCE da UEM.

Ocorre que os votos das engenharias, bloco D67, foram impugnados, não foram contados.

Procurei informações no Facebook da Comissão Eleitoral - https://www.facebook.com/eleicaodceuem/ - mas não foi postado ainda.

Ao que tudo indica haverá recurso para a contagem dos votos das engenharias e, em caso negativo, pela realização de novas eleições. Vamos aguardar e acompanhar.