Sementes misteriosas da China continuam chegando ao Paraná
foto; Adapar/divulgação

Alerta

Sementes misteriosas da China continuam chegando ao Paraná

Paraná por Fabio Guillen/GMC Online em 12/11/2020 - 19:10

Os pacotes com sementes misteriosas da China continuam desembarcando em endereços paranaenses. Nesta semana, a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) recebeu mais três pacotes com sementes chinesas. 

Os três pacotes desta semana chegaram em endereços de Arapongas (região norte), Cascavel (região oeste) e Vitorino (região sudoeste) e os moradores rapidamente procuraram a Adapar e deixaram as embalagens lacradas, como recomendam as autoridades. 

De acordo com a Adapar, até o momento foram coletadas em todo o Paraná 63 pacotes de sementes chinesas e nove plantas que nasceram a partir das sementes recebidas via Correios. 

De acordo com o gerente de sanidade vegetal da agência, Renato Rezende Young Blood, até o momento as análises não apontam nenhum risco. Mesmo assim, não se pode plantar as sementes, já que o Ministério da Agricultura encontrou indícios de pragas em alguns pacotes. 

“Todas as análises que fizemos aqui na Adapar até o momento não apontam nada de anormal, nenhuma praga quarentenária. Mesmo assim ainda há risco de entrada de uma planta nova. Não encontramos nada diferente do que já tínhamos aqui, mas o Ministério da Agricultura já encontrou indícios de pragas quarentenárias em alguns pacotes”, explicou. 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), informou que até o momento foram coletados 258 pacotes de sementes em 24 estados e no Distrito Federal. No mês passado, o Mapa informou que encontrou ácaro vivo em uma amostra; três fungos diferentes em 25 amostras; bactéria em duas amostras; e possibilidade de pragas quarentenárias ou plantas daninhas em quatro amostras.

Assista abaixo o vídeo em que os técnicos do Ministério da Agricultura falam sobre as sementes misteriosas em coletiva de imprensa:

Veja onde entregar os pacotes com sementes misteriosas no Paraná 

A Adapar tem no Paraná 21 Unidades Regionais de Sanidade Agropecuária (URS) com a atribuição de administrar 130 Unidades Locais de Sanidade Agropecuária (ULSA) e 33 Postos de Fiscalização do Trânsito Agropecuário (PFTA).

Os moradores que receberem os pacotes com sementes misteriosas podem deixá-los em algumas dessas unidades. A recomendação é não abrir os pacotes porque podem conter bactérias, fungos e ácaros, além de oferecerem riscos à agricultura, caso tenham algum tipo de planta daninha. 

Clique aqui e veja os endereços da Adapar pelo Paraná. 

Planta que nasceu de semente da China é identificada e destruída em laboratório

A planta que nasceu em um quintal de Maringá a partir de sementes da China foi identificada pelo laboratório da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). A informação foi confirmada pela gerência do orgão em Curitiba no dia 15 de outubro deste ano.

Segundo o gerente de sanidade vegetal da agência, Renato Rezende Young Blood, a planta não está catalogada como uma espécie brasileira, mas aparentemente não oferece riscos à agricultura. Clique aqui e leia a reportagem completa.

Acesse GMC Online