Quem fura a fila da vacina pode responder pelo crime de peculato
Imagem Ilustrativa | Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Coronavírus

Quem fura a fila da vacina pode responder pelo crime de peculato

Saúde por Luciana Peña em 27/01/2021 - 15:02

Este tipo de crime prevê pena de até 12 anos e vale tanto para servidor público como para o cidadão comum. Há outras implicações legais, explica a advogada, Jocinéia Zanardini, especialista em Direito Contemporâneo, na área cível e administrativa. O servidor público que aplica a vacina numa pessoa fora do grupo prioritário também comete um falha passível de punição nestas três esferas.

Ouça a entrevista: