Profissional da área da saúde já vacinado morre de Covid-19
Imagem Ilustrativa | Foto: Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil

Imunização

Profissional da área da saúde já vacinado morre de Covid-19

Saúde por Luciana Peña em 10/06/2021 - 13:11

Fabrício Mantovani, que morava em Maringá, mas trabalhava em Marialva, onde foi vacinado, tinha 42 anos. O caso  acende dúvidas sobre a imunização. Qual o grau de proteção das vacinas?

O operador de raio-x Fabrício Mantovani lutou durante 50 dias contra a Covid-19, mas morreu nessa quarta-feira (9). O enterro foi nesta quinta (10). O profissional da área da saúde deixou mulher e dois filhos pequenos.

Fabrício morava em Maringá, mas trabalhava em Marialva. O profissional da área da saúde foi um dos primeiros a serem vacinados em Marialva, diz o secretário de Saúde José Orlando Benedetti Villa. [ouça o áudio acima]

A vacina não protege 100% contra o coronavírus. E cada imunizante tem um grau diferente de proteção. Além disso, a eficácia pode variar de acordo com cada indivíduo. Nos mais idosos, a efetividade pode ser menor.

A mãe de Uilson Gonçalves Araújo tem 74 anos e está hospitalizada com Covid-19. O estado dela é estável. Mas poderia ser muito mais grave se ela não tivesse sido vacinada, disse o médico que a atendeu. [ouça o áudio acima]

Para entender melhor sobre a imunização produzida pelas vacinas disponíveis hoje no mundo, confira a entrevista com o diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações Renato Kfouri, às 15h15.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550