Nepom de Guaíra deve dobrar capacidade operacional até 2022
Foto: Divulgação/Polícia Federal

Combate ao crime

Nepom de Guaíra deve dobrar capacidade operacional até 2022

Segurança por Luciana Peña em 27/08/2021 - 11:23

O Núcleo Especial de Polícia Marítima da Delegacia de Polícia Federal, inaugurado esta semana, é uma unidade que se destaca nos quadros da Polícia Federal atraindo policiais que querem combater o crime na fronteira.  

O Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepom), da Delegacia de Polícia Federal, em Guaíra, existe há oito anos, mas foi em 2019 que a estrutura iniciou um processo de expansão.

De lá para cá, o Nepom se transformou num complexo de primeiro mundo no combate ao crime. O Núcleo está num terreno de 17 mil metros quadrados, às margens do Rio Paraná. De área construída são dois mil metros quadrados. O investimento foi de aproximadamente 10 milhões de reais.

O Nepom tem setor administrativo, canil, dormitórios, garagem e oficina de embarcações, academia de musculação, casa de treinamento de combate em área confinada, centro de lutas, armaria, sala de aula, núcleo de operações, núcleo de inteligência e está em construção um estande de tiro. A frota inclui embarcações ágeis e blindadas. A nova estrutura foi inaugurada esta semana numa cerimônia com autoridades das forças policiais.

O Nepom é a prova de que o investimento em segurança dá resultado. Em 2019, os policiais apreenderam 4 toneladas e meia de drogas. Em 2020, esse número saltou para 40 toneladas. Agora em 2021, as apreensões são praticamente diárias, explica o delegado-chefe da Delegacia de Polícia Federal em Guaíra, Mário César Leal Junior. [ouça o áudio acima]

Outro resultado do investimento é a atração que o núcleo em Guaíra exerce nos policiais que estão iniciando a carreira. Eles querem a chance de combater o crime numa região tão sensível como a fronteira, munidos de equipamentos modernos e estrutura acima da média. E com isso, o Nepom deve dobrar a capacidade operacional até 2022.[ouça o áudio acima]

Além de drogas, o número de apreensões de armas, munições, cigarros e agrotóxicos também aumentou. Nessa quinta-feira (26), foram apreendidas embarcações com 50 caixas de cigarros.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550

Foto: Divulgação/Polícia Federal
Foto: Divulgação/Polícia Federal