Julgamento de jovem de Apucarana preso na Tailândia por tráfico internacional pode demorar até 1 ano
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Tráfico Internacional

Julgamento de jovem de Apucarana preso na Tailândia por tráfico internacional pode demorar até 1 ano

Segurança por Victor Ramalho em 23/02/2022 - 14:59

A estimativa é de escritórios de advocacia tailandeses consultados pela defesa de Jordi Vilsinski Beffa, de 23 anos, preso desde o último dia 14 de janeiro em Bangkok, após tentar entrar no país asiático com 6,5 quilos de cocaína.

O jovem Jordi Vilsinski Beffa, de 23 anos, é morador de Apucarana, e foi um dos três brasileiros presos em Bangkok, capital da Tailândia, tentando entrar no país asiático com 15 quilos de cocaína. A prisão ocorreu no dia 14 de janeiro, logo que o trio desembarcou no aeroporto tailandês.

Com Jordi, foram apreendidos 6,5 quilos da droga, divididos em duas malas. Por conta das restrições impostas pela Covid-19, o brasileiro foi colocado em quarentena, que deverá ser cumprida até o dia 7 de março. Até lá, nem a defesa ou familiares poderão fazer contato com Jordi. Todas as informações sobre o jovem estão sendo repassadas por intermédio da embaixada brasileira em Bangkok.

Conforme o advogado contratado pela família no Brasil, Petrônio Cardoso, a família não sabia da viagem de Jordi para fora do país. [ouça no áudio acima]

Ainda sem conseguir fazer contato direto com o jovem, a defesa trabalha com a hipótese de que ele tenha sido contratado como 'mula'. Por conta do crime ter acontecido na Tailândia, o paranaense deverá ser julgado pela Justiça local. A expectativa é por uma sentença de 3 a 5 anos de prisão, como explica o advogado. [ouça no áudio acima]

De acordo com o representante da família, ainda não há um prazo definido para que o julgamento ocorra, mas conforme escritórios tailandeses consultados pela defesa, processos do tipo podem levar até 1 ano. [ouça no áudio acima]

Por meio de nota divulgada na última segunda-feira (21), o Itamaraty informou que acompanha a situação e presta assistência aos brasileiros, ressaltando que toda assistência cabível será fornecida, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550