Hospitais suspendem visitas e restringem acesso de acompanhantes
Foto: Divulgação/Santa Casa de Maringá

Maringá

Hospitais suspendem visitas e restringem acesso de acompanhantes

Saúde por Portal GMC Online em 19/03/2020 - 16:43

Espaços de grande circulação de pessoas todos os dias, os hospitais de Maringá também se mobilizaram e adotaram medidas de prevenção ao coronavírus. Em pelo menos dois, as visitas foram suspensas completa ou parcialmente, e os acessos dos acompanhantes foram limitados.

No Hospital Bom Samaritano, todas as visitas aos pacientes internados foram suspensas na terça-feira, 17. No local, foi necessário, também, alterar a maneira que era feita a troca de acompanhantes - nos casos necessários -, para evitar aglomerações. De acordo com o hospital, as trocas agora ocorrem por grupo, em horários diferentes.

Com as novas medidas, o acompanhamento ficou restrito aos pacientes menores de 18 anos e maiores de 60 anos. No entanto, é proibido que esses pacientes tenham acompanhantes com mais de 60 anos.

Nos casos de internação em Centro de Terapia Intensiva (CTI) ou em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), será permitida a entrada de apenas um visitante para obter informações sobre o quadro clínico do paciente junto ao médico. A visita será em horário restrito.

Outra medida adotada é a proibição de fotógrafos e doulas durante partos.

Em nota, o hospital ainda pediu que, caso apresente sintomas como gripe, febre, tosse ou coriza, o acompanhante fique em casa e não visite o hospital.

A Santa Casa de Maringá também divulgou as mudanças feitas nos procedimentos do hospital. As visitas foram suspensas nesta quarta-feira, 18. 

O hospital decidiu adotar precauções diferentes para cada setor. No Pronto Atendimento Infantil, por exemplo, cada criança poderá ter apenas um acompanhante, desde que ele tenha menos de 60 anos e não apresente nenhum sintoma de quadro gripal. 

Para o Pronto Atendimento Adulto, a recomendação é que o paciente fique sem acompanhante, apenas em casos de extrema necessidade. 

Nas UTIs, as visitas também serão restritas e em horários específicos, apenas para conversa com o médico. 

No setor de hemodiálise, de acordo com a Santa Casa, não houve mudanças, já que o hospital já adotava protocolos de segurança no espaço. 

Todas as medidas adotadas pelos hospitais não têm data para serem canceladas. 

A Santa Casa ainda organizou um espaço de atendimento do lado de fora do hospital para fazer a triagem de pacientes que tenham sintomas de gripe ou resfriado. “O objetivo é restringir ao máximo a entrada de pessoas no hospital, sem que as mesmas necessitem, de fato, de atendimento”, explicou a Santa Casa em nota.

 

Por: Monique Manganaro/GMC Online