“Esperamos os visitantes, mas com ordem”, diz prefeito de Porto Rico sobre feriado prolongado
Praia de Santa Rosa, em Porto Rico, é um dos locais mais visitados na região Noroeste nos feriados prolongados – Foto: www.visiteportorico.com.br

Aglomeração

“Esperamos os visitantes, mas com ordem”, diz prefeito de Porto Rico sobre feriado prolongado

Paraná por Fabio Guillen/GMC Online em 05/10/2020 - 16:22

O prefeito de Porto Rico, Evaristo Ghizoni Volpato, está preocupado com o próximo fim de semana, que será mais longo em razão do feriado do dia 12 de outubro, em comemoração ao dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. 

É que no último fim de semana prolongado, o da Independência, houve muita aglomeração nas praias de água doce do Rio Paraná, principalmente na Praia de Santa Rosa, em Porto Rico. Clique aqui e veja o vídeo da aglomeração.

A Prefeitura estima que pelo menos 18 mil pessoas tenham passado pela praia no feriado da independência. A pedido do Ministério Público, a Prefeitura de Porto Rico fechou as rampas náuticas no feriado da Independência, mas houve confusão e tumulto entre servidores e turistas e a prefeitura voltou atrás.

Para o próximo feriado prolongado, o prefeito disse que não tem estrutura para proibir os turistas de visitarem a cidade sem gerar aglomerações ou tumultos. Evaristo Ghizoni Volpato disse que já avisou as autoridades que não tem condições de fechar as rampas náuticas.

“Já avisei o promotor que não temos estrutura. Vamos tentar ver se diminui esse tumulto. Queria que não tivesse mais essa visibilidade de que Porto Rico é cidade sem lei. A lei é para todo mundo, só que a contingência de polícia na região é pequena. Vamos vivendo do jeito que dá”, explicou ao GMC Online. 

Volpato disse que já fez decretos proibindo som alto e aglomerações, mas os turistas acabam bebendo e saindo do controle. Sem efetivo policial não dá para exigir ordem, segundo o prefeito. 

“Nós temos uma preocupação muito grande com o que está acontecendo. Fiz um decreto proibindo muita coisa. Tem o pessoal das marinas que vamos pegar no pé, o pessoal das lanchas, não pode ter aglomeração, vamos pegar na questão de som alto. Não vamos fechar as rampas náuticas. Não posso fazer esse tipo de proibição. Esperamos os visitantes, mas com ordem”, acrescentou Volpato. 

Ainda segundo o prefeito, várias reuniões foram realizadas para discutir o assunto entre as autoridades locais, mas até o momento não se chegou a uma solução. O pedido do prefeito é para que as pessoas respeitem o distanciamento social e, se beber, não faça bagunça pela cidade e nem deixem de usar máscaras.

Prefeito de Porto Rico desistiu da reeleição 

Evaristo Ghizoni Volpato teria direito à tentar a reeleição, mas disse ao GMC Online que desistiu por conta do desgaste que teve esse ano à frente da Prefeitura de Porto Rico. 

Segundo o prefeito, não está sendo um ano fácil. “Essas coisas [coronavírus] desgastam muito a gente. Não vou para a reeleição. Estou saindo fora da política”, disse. 

Acesse GMC Online