Dois postos de Maringá são multados pelo Procon
Agência Brasil

Combustíveis

Dois postos de Maringá são multados pelo Procon

Economia por Luciana Peña em 20/03/2019 - 10:40

As multas somadas chegam a quase R$ 200mil. Segundo o Procon, os postos vendiam gasolina comum fora do padrão de qualidade. 

No dia 13 de fevereiro fiscais do Procon começaram a fiscalizar a qualidade dos combustíveis vendidos em Maringá. Na primeira etapa da fiscalização os fiscais percorreram nove postos. Foram postos escolhidos aleatoriamente ou por indicação de consumidores. O resultado desta fiscalização foi apresentado nesta quarta-feira. Em dois postos a gasolina comum apresentou inconformidade com os padrões estabelecidos pela ANP, Agência Nacional do Petróleo. Um dos postos foi multado em 117 mil reais e o outro em 67 mil. Uma lei municipal prevê até cassação de alvará para punir venda de combustíveis sem qualidade em Maringá. O diretor do Procon, João Luiz Regiani, diz que o resultado desta fiscalização é preocupante porque representa 20% do total de vistorias.

O Procon também pediu notas fiscais e cópias do livro movimento de estoque de 16 postos de combustíveis. Um deles não entregou os documentos e foi autuado por omissão. Os documentos apresentados estão sendo organizados e serão enviados ao Ministério Público e à Agência Nacional do Petróleo na semana que vem para análise. O objetivo é verificar os preços praticados, se há ou não abuso.

A reportagem está tentando contato com postos multados.

Atualizado em 20/03/2019 às 11h25: Os postos autuados foram o GTI e o Veneza. Para a reportagem da CBN, o posto GTI informou que a questão já está sendo tratada pelo departamento jurídico. O dono do posto não quis dar entrevista. A reportagem ligou para dois telefones do posto Veneza, mas ninguém atendeu.