Delegado alerta: fique atento aos preços baixos
Homem é preso suspeito de vender molho de tomate em vez de celular | Foto: Divulgação/PF

Atenção

Delegado alerta: fique atento aos preços baixos

Segurança por Victor Simião em 24/10/2020 - 10:50

A CBN conversou com o delegado da Polícia Federal Rodrigo Koehler, responsável por prender um suspeito que enviava molho de tomate em vez de celular aos compradores em loja virtual. Ele faz um alerta aos consumidores: desconfie sempre.

O fato de a Polícia Federal ter prendido um homem suspeito de enviar molho de tomate em vez de celular nessa sexta-feira (23) em Maringá chamou a atenção. Ele operava na internet desde 2017, e ao menos em 2020 começou a dar esse golpe. O cliente comprava um aparelho eletrônico e recebia molho de tomate. A PF também apreendeu outros itens na casa dele como anabolizantes.

 

A cada ano que passa, tem sido mais comum a compra pela internet. Em muitos casos, tudo certo, em lojas oficiais e tradicionais. Só que há, também, sites que operam com a venda entre consumidor e cliente. A página serve para ‘mediar’ o negócio. E ali que o detalhe mora.

 

Em razão disso, nós perguntamos ao delegado da Polícia Federal Rodrigo Koehler sobre o que fazer durante esse tipo de situação. Ele foi um dos responsáveis pela prisão do suspeito nessa sexta. Segundo ele, se o preço estiver abaixo, desconfie. E pesquise sempre. [ouça no áudio acima]

 

Quanto à prisão do homem, a PF avalia que ele já tenha movimentado milhões de reais dessa forma. O suspeito deve ser indiciado por crimes como falsidade ideológica, sonegação fiscal e contrabando.