Casal confessa responsabilidade por homicídio em Sarandi
"A arma de fogo que teria sido utilizada no crime foi apreendida" | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Novembro de 2019

Casal confessa responsabilidade por homicídio em Sarandi

Segurança por Victor Simião em 15/01/2020 - 15:04

Uma mulher de 23 anos e um homem de 22 foram presos nesta quarta-feira (15), em operação conjunta entre as polícias Civil e Militar. Em novembro do ano passado, um motorista de aplicativo foi morto a tiros na cidade. De acordo com delegado, os dois disseram que a motivação teria sido um assédio cometido pela vítima. 

Ouvidos pela Polícia Civil, um homem de 22 anos e uma mulher de 23 confessaram a responsabilidade pelo homicídio de um motorista de aplicativo em Sarandi. O crime aconteceu na noite do dia 25 de novembro do ano passado. Os dois suspeitos são um casal, e foram presos e ouvidos nesta quarta-feira (15) após operação conjunta entre as polícias Militar e Civil em Sarandi. 

José Aparecido Sales, de 41 anos, foi morto a tiros. Ele trabalhava como motorista de aplicativo.   Os criminosos estavam em uma moto e seguiram o motorista. Em um momento que o carro parou, um deles disparou ao menos três vezes contra a vítima, que estava no veículo em que trabalhava. Eles não roubaram nada. 

As policias conseguiram chegar aos suspeitos por meio de imagens e pela placa da moto utilizada no crime.

Nesta quarta, uma arma que teria sido utilizada no homicídio foi apreendida, além de drogas e balança de precisão. Com isso, o casal foi pego em flagrante. No caso do homem, a polícia pediu prisão preventiva por conta do assassinato. 

Segundo o delegado de Sarandi, Adriano Santos Garcia, o casal confessou a autoria do crime e disse que o motivo teria sido o assédio feito pela vítima em relação à mulher suspeita durante uma corrida. 

Um helicóptero da Polícia Militar chegou a ser utilizado na operação. 

As investigações continuam.