Veja os dados da Covid-19 desta quinta-feira (25) em Maringá
Imagem ilustrativa/foto: Robson Valverde/SES-SC

Atualização

Veja os dados da Covid-19 desta quinta-feira (25) em Maringá

Saúde por Lethícia Conegero/GMC Online em 25/02/2021 - 19:21

Maringá registrou mais 3 óbitos em decorrência da Covid-19 e 239 novos casos positivos da doença no boletim desta quinta-feira (25). Atualizado às 15h, o documento que acompanha a evolução do coronavírus na cidade foi divulgado pela secretaria Municipal de Saúde.

Veja o perfil das 3 vítimas que faleceram:

- Homem, 75 anos, com comorbidade. Faleceu dia 20/2/2021.
- Mulher, 60 anos, com comorbidade. Faleceu dia 23/2/2021.
- Mulher, 64 anos, com comorbidade. Faleceu dia 23/2/2021.

Dos 239 novos positivados em Maringá, 104 são homens, 127 são mulheres e 8 são crianças. O município soma 30.488 casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Desses, 27.892 já estão recuperados. Outros 1.950 estão em isolamento domiciliar, 221 estão internados (79 em UTI e 142 em enfermaria) e 424 morreram por complicações da doença.

Além disso, o boletim desta quinta-feira, 25, mostra que 34 pessoas estão internadas com suspeita de Covid-19 em Maringá (6 em UTI e 28 em enfermaria). Outros 15.278 casos suspeitos estão em acompanhamento pela secretaria Municipal de Saúde por terem apresentado algum dos sintomas da doença. 

Ocupação hospitalar

A taxa de ocupação hospitalar geral nos leitos de UTI adulto em unidades privadas de Maringá permanece em 100% nesta quinta-feira (25). Já a taxa de ocupação geral em leitos de UTI adulto no SUS está em 81,60%. Nos leitos de UTI adulto exclusivos para Covid-19, pelo SUS, está em 100%.

Foram incluídos 15 leitos extras de UTI adulto geral na rede privada e 2 leitos na rede pública, segundo o boletim.

Por meio de nota, a Prefeitura de Maringá explicou que “está transferindo dez leitos de UTI do Hospital Municipal para a UTI Zona Sul, por isso foram retirados do boletim nesta quinta (25). Os leitos eram reservados e utilizados por pacientes da forma leve ou moderada da Covid que não precisavam inicialmente de intubação. Nos raros casos em que o quadro de saúde dos pacientes evoluía para uma condição mais grave, eles eram transferidos para UTIs mais complexas. A chegada de novos respiradores e aparelhos enviados pelo Governo do Estado possibilitou a mudança e operacionalização dos leitos mais complexos voltados para os pacientes mais graves e que necessitam de intubação”.

A matriz de risco permanece alta (bandeira laranja), de acordo com a Prefeitura de Maringá. 

Veja detalhes do boletim da covid-19 desta quinta-feira (25), em Maringá.

Divulgação/PMM
Divulgação/PMM