Vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (12)
Foto: Geraldo Bubniak/Agência Estadual de Notícias

Prevenção

Vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (12)

Saúde por Luciana Peña em 07/04/2021 - 11:59

Em Maringá, a Secretaria de Saúde aguarda orientação do Ministério da Saúde e do Governo do Estado para definir a estratégia de vacinação. O desafio será vacinar ao mesmo tempo contra a gripe e contra o coronavírus. O intervalo entre as duas vacinas precisa ser de 14 dias. 

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza já tem data definida para ser realizada. Segundo o Ministério da Saúde, a campanha será de 12 de abril, ou seja, segunda-feira que vem, a 19 de julho.

A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários. O Paraná deverá vacinar 4,4 milhões de pessoas e já recebeu 372 mil doses do Ministério da Saúde.
Numa reunião técnica nessa terça-feira (6), a Secretaria de Saúde do Paraná recebeu orientações do Ministério da Saúde.

Essa vacinação será atípica. O desafio será vacinar ao mesmo tempo os grupos prioritários do coronavírus e da gripe, principalmente porque quem tomou uma vacina precisa esperar 14 dias para tomar a outra.

A CBN pediu uma entrevista para a Secretaria de Saúde do Paraná e aguarda um retorno. A Secretaria Municipal de Saúde informou por nota que aguarda orientações da Sesa e do Ministério da Saúde.

Mas para a Agência Estadual de Notícias o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, disse que a vacinação será feita de forma escalonada. Os grupos prioritários serão distribuídos em três etapas. Na primeira, de 12 de abril a 10 de maio, serão imunizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

Na segunda fase, de 11 de maio a 8 de junho, a vacinação abrangerá idosos com 60 anos ou mais e professores das escolas públicas e privadas.

Na terceira etapa, de 9 de julho e 19 de julho, estão pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

O Paraná tem postos de saúde preparados e em número suficiente para a vacinação.[ouça o áudio acima]

A orientação é priorizar a imunização contra a Covid-19 e respeitar o intervalo de 14 dias entre uma e outra dose. É importante tomar a vacina contra a gripe porque ela previne uma doença que tem sintomas que podem ser confundidos com a Covid-19. Além disso, com a população mais vulnerável protegida, será menor a procura por tratamento nas unidades de saúde durante o inverno.