Treinador diz que Ferroviária será o jogo mais difícil da Série D
Sandro Forner (Imagem ilustrativa/Divulgação/MFC)

Maringá FC

Treinador diz que Ferroviária será o jogo mais difícil da Série D

Por Victor Simião em 16/05/2019 - 18:49

Sandro Forner é realista quanto à dificuldade. Em dois jogos, o time maringaense ainda não venceu na competição.

Player Ouça a reportagem

A cabeça já está um pouco à frente, pensando no sábado (18). Ao longo da semana, os jogadores do Maringá Futebol Clube têm se preparado para o jogo contra a Ferroviária (SP). É às 17h, no estádio Willie Davids. Depois de um empate por 0 a 0 com o Joinville, o negócio é vencer. O MFC tem dois pontos no grupo A17. O time é o terceiro colocado entre as quatro equipes do grupo. A partida é válida pela terceira rodada da Série D do Campeonato Brasileiro.

O adversário tem uma vitória e uma derrota, está na segunda colocação do grupo A17. O líder do grupo é o Avenida (RS), com quatro pontos, e que no fim de semana que vem recebe o Joinville, lanterna com um ponto.

O Maringá tem que fazer o dever de casa. E aí, contando com a sorte, a equipe pode chegar à liderança do grupo. Se o Avenida perder para o Joinville e o MFC vencer a Ferroviária, a equipe maringaense chegará a cinco pontos e vai liderar o grupo. Por isso uma vitória no fim de semana é importante.

Mas o técnico maringaense Sandro Forner mesmo disse: será o jogo mais difícil nessa primeira fase da Série D.

Ao todo 68 times participam da Série D 2019. O torneio tem seis fases. Na primeira delas, as equipes estão divididas em 17 grupos de quatro clubes. Avançam para a segunda fase os 17 primeiros colocados e os 15 melhores segundos colocados. Depois ocorre o mata-mata.

O objetivo do MFC é garantir uma vaga na Série C do ano que vem.

Notícias da mesma editoria