Suspeitos de fraudes cartorárias aplicaram golpes na região de Maringá
Foto: Polícia Civil

Santa Tereza do Oeste

Suspeitos de fraudes cartorárias aplicaram golpes na região de Maringá

Segurança por Luciana Peña em 01/10/2020 - 08:31

A Polícia Civil cumpre nesta quinta-feira (1º), cinco mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão em Cascavel, Santa Tereza do Oeste e Lindoeste numa investigação que apura fraudes cometidas por ex-funcionários do Serviço Distrital de Santa Tereza do Oeste.

Segundo o inquérito aberto em junho deste ano, as vítimas foram lesadas em mais de R$ 10 mi. A suspeita é de que os ex-funcionários do cartório falsificavam documentos públicos e com eles aplicavam golpes nas regiões de Cascavel e Maringá, e em outros estados.

Já constam do processo dezenas de procurações, escrituras e certidões de óbitos fraudadas.

Os golpes consistiam em transferências fraudulentas de veículos e imóveis. As certidões de óbito falsas serviam para evitar que os criminosos fossem processados.

O material apreendido nas buscas vão ajudar a revelar novos detalhes sobre os crimes. Os acusados vão responder pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, entre outros.

O cartório não está sendo investigado.