Sem acordo, transporte coletivo deve parar quarta-feira (16)
Imagem Ilustrativa | Foto: Marcio Naka/PMM

Maringá e região

Sem acordo, transporte coletivo deve parar quarta-feira (16)

Cidade por Victor Simião em 11/09/2020 - 16:09

Sindicato, diretoria da TCCC e Cidade Verde não chegaram a um acordo. Embora a greve tenha sido aprovada na quarta, a empresa foi notificada oficialmente nesta sexta-feira (11).

O Sinttromar, sindicato que representa os trabalhadores do transporte municipal em Maringá e o metropolitano em Sarandi e Paiçandu, deve dar início à greve na quarta-feira da semana que vem, dia 16. A decisão veio após uma reunião sem acordo entre a entidade e a direção da TCCC e Cidade Verde, realizada de forma online junto ao Ministério Público do Trabalho nesta sexta-feira (11).

A greve foi aprovada na quarta-feira (09) e deveria ser iniciada em até 72 horas, que é concluída nesta sexta. Mas, devido às normas jurídicas, a data será na semana que vem. É que a direção das empresas foi notificada oficialmente nesta sexta.

De modo geral, o sindicato pede reajuste salarial e um novo contrato de participação nos lucros da empresa. Além disso, alega que, na pandemia da Covid-19, aceitou reduzir salário e antecipação de férias.

O diretor sindical Emerson Silva diz que a decisão oficial quanto ao início da greve sairá segunda-feira (14). Mas, ao que tudo indica, começa na quarta mesmo, afirma. [ouça no áudio acima]

A direção da Transporte Coletivo Cidade Canção e Cidade Verde é a mesma e decidiu se manifestar por nota. Em texto, diz que não há “o menor cabimento no atual momento sanitário e econômico” fazer greve. A direção informou ter havido queda de 60% no número de passageiros no último trimestre no comparativo com o mesmo período do ano passado - e isso impede qualquer reajuste salarial. “A hora é de reflexão e de tentar manter o máximo de emprego possível e não de promoção de greve”, disse no texto a direção das empresas.