Qualquer presidente eleito em 2018 que se recuse a fazer a reforma vai gerar uma crise no país
Divulgação/Agência Porto de Notícias

Previdência

Qualquer presidente eleito em 2018 que se recuse a fazer a reforma vai gerar uma crise no país

Por Luciana Peña em 12/02/2018 - 16:50

É o que diz o economista Maílson da Nóbrega, ex-ministro da Fazenda. Para o economista, nenhum candidato se declara a favor da reforma da previdência, mas ela é inadiável. O Governo Federal já gasta 57% da arrecadação com a Previdência, diz o economista. Em três anos, este percentual pode chegar a 80% impedindo investimentos, como em infraestrutura. O risco maior é atingir a ‘dominância fiscal’, termo usado por economistas para explicar o momento em que o Banco Central perde a capacidade de garantir a estabilidade da moeda.

Player Ouça a entrevista