‘Psicológico extremamente abalado’, diz técnico do Denk Maringá
fotos: assessoria de imprensa/Denk Maringá

Crise

‘Psicológico extremamente abalado’, diz técnico do Denk Maringá

Esporte por Portal GMC Online em 24/01/2020 - 17:01

A equipe do Denk Maringá Vôlei, do Ricardinho, vive uma de suas piores fases quando o assunto é dinheiro. A crise financeira do time chegou ao ponto dos torcedores fazerem uma vaquinha online para arrecadar fundos e continuar a Superliga. Os atletas estão há três meses sem salários.

“Cada dia um problema diferente. É pegar um por um, conversar, tentar resolver. Os atletas estão aumentando suas dívidas pois existem gastos né com famílias e não tem salário. O Ricardo e a diretoria vêm tentando resolver a situação conversando com o patrocinador, mas nada de concreto ainda foi feito pelo patrocinador”, disse ao GMC Online Alessandro Ferreira Fadul, técnico da equipe.

A vaquinha está disponível no site vaquinha.com.br e já arrecadou mais de R$ 3 mil. São mais de 20 apoiadores, dentre torcedores e empresários que estão fazendo doações. De acordo com o técnico do time, a crise é por conta do patrocinador principal que não estaria honrando com os pagamentos.

“Ele era o único patrocinador porque exigiu ser o único para a temporada. Desde outubro não repassa os valores e isso tem gerado muitos problemas extra quadras porque ninguém tem conseguido honrar seus compromissos também”, acrescentou Fadul.

Sem dinheiro para as próximas partidas

O Denk Maringá Vôlei enfrenta o Sada Cruzeiro no dia 6 de fevereiro, em Belo Horizonte, e o Sesi, no dia 8 de fevereiro, em São Paulo. A partida contra o Sada seria no Ginásio Chico Neto, em Maringá, mas por falta de dinheiro o time adversário vai ajudar com as despesas da partida e o Denk Maringá embarca para Minas Gerais. As passagens foram compradas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CVB).

Já a partida do dia 8 não está garantida. Segundo o técnico não há dinheiro ainda para a viagem e nem para receber a equipe no Chico Neto. O grupo está tentando resolver mais esse problema.

Embora o time venha conseguindo bons resultados na Superliga, o técnico disse que a situação é preocupante. “Vai atrapalhar a sequência da competição. O psicológico de todos fica extremamente abalado”, comentou ao GMC Online.

Três jogadores já deixaram o time

Três grandes nomes nacionais do volei já deixaram o Denk Maringá por falta de pagamentos de salários. São eles: Renato Russomano, que foi para a Itália; o Lorena, que foi para Lavras e a equipe pode ficar mais desfalcada ainda nos próximos dias. “Outros atletas podem sair nos próximos dias e isso vai atrapalhar. Perder elenco compromete diretamente a estrutura da equipe”, disse Fadul.

Por Fábio Guillen / Portal GMC Online