Professor suspeito de abusar de alunas é indiciado por estupro de vulnerável
Carina Bernardino/CBN

Inquérito

Professor suspeito de abusar de alunas é indiciado por estupro de vulnerável

Por Carina Bernardino em 21/02/2019 - 19:10

O inquérito foi concluído nesta quinta-feira (21) pelo Nucria. Quando o educador foi preso, eram oito vítimas. Durante a investigação, houve o registro de mais um caso

Player Ouça

O professor de educação física, de 44 anos, suspeito de abusar de alunas em uma escola municipal de Maringá foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. Os abusos teriam ocorrido dentro e fora da sala de aula. O inquérito foi concluído na tarde desta quinta-feira (21) pelo Nucria - Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente de Maringá.

A delegada Karen Friderich Nascimento explica que quando a investigação iniciou eram oito vítimas, mas que surgiu uma nova denúncia. As vítimas têm entre 8 e 11 anos. O caso será enviado à Justiça e ao Ministério Público. A prisão do suspeito ocorreu no último dia 14 pela Polícia Civil. O caso chegou ao Nucria no mês de janeiro, após denúncia da mãe de uma das vítimas.

Segundo a secretaria Municipal de Educação, o professor suspeito trabalhava na escola municipal desde dezembro de 2013. Já a primeira denúncia de abuso de uma criança foi registrada no final de outubro de 2018. A prefeitura informou que, na época, tomou todas as medidas necessárias sobre o caso, inclusive a transferência do professor para uma outra escola. Um processo administrativo foi instaurado e está em andamento.

Notícias da mesma editoria