Processo para armar Guarda Municipal de Maringá continua
Divulgação/PMM

Instrução de tiro

Processo para armar Guarda Municipal de Maringá continua

Por Carina Bernardino em 14/03/2019 - 18:25

Nesta semana teve início a instrução de tiro com espingarda calibre 12. Depois, será com as pistolas 380, armas que os agentes irão utilizar no trabalho. O treinamento é realizado por mais de 30 guardas.  

Player Ouça a reportagem

Há meses os guardas municipais de Maringá estão em treinamento para conseguir o porte funcional de arma de fogo. Ao todo, 32 agentes estão sendo treinados. Recentemente, o grupo concluiu a instrução com revólver calibre 38 e nesta semana, os profissionais recebem instrução de tiro para espingarda calibre 12. O curso é realizado no centro de treinamento localizado sentido à Mandaguaçu. Depois, a capacitação será com as pistolas 380, as armas que os guardas utilizarão durante o trabalho. A explicação é do subcomandante da Guarda Municipal, Jeferson Barbosa.
 
Nesta nova etapa do treinamento, serão disparados 700 projéteis e a instrução terá três encontros que totalizarão 50h. O subcomandante reforça a importância de todos os armamentos. 
 
Antes da instrução de tiro, o treinamento dos guardas foi na 2ª Esfaep - Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização de Praças. No local, os agentes passaram por avaliação psicológica e tiveram aulas teóricas de armamento, instruções sobre manuseio de armas e recomendações de segurança. A liberação de uso de arma de fogo será feita pela Polícia Federal. A expectativa é concluir todo o processo ainda neste ano. 

Notícias da mesma editoria