Número de escorpiões dispara e preocupa moradores
Estela Alves Leão

Maringá

Número de escorpiões dispara e preocupa moradores

Por Redação em 02/10/2018 - 16:30

De acordo com o Portal GMCOnline, os moradores estão preocupados. O Portal conversou com  a empresária Patrícia Paixão que  encontrou cinco escorpiões amarelos em casa, na Zona 7, em Maringá. O último foi localizado na sexta (28). Ela tem duas filhas pequenas, uma de 5 e outra de um ano idade, e a situação preocupa. De acordo com Patrícia, ao redor da casa dela, na Rua Marechal Deodoro, tem dois imóveis abandonados com telha, madeira velha no quintal e mato. Ela disse que já reclamou na prefeitura, que noticou os proprietários, mas o problema não foi resolvido.  Quem também está preocupada é a secretária Estela Alves Leão, moradora da Rua José Benitis Munhoz, Jardim Guairaçá. Na manhã desta terça-feira (2), ela encontrou um escorpião preto perto do carrinho do bebê dela, que tem dois meses. “Na frente da minha casa tem uma data da prefeitura muito suja, com mato alto. Direto aparece aranha aqui. Ano passado achei quatro escorpiões pretos dentro de casa”, relata a moradora. A reportagem entrou em contato com a prefeitura, que disse que a moradora fez reclamação pelo 156 hoje e que a demanda já foi encaminhada para o setor responsável. Os números preocupam.  Até o dia 27 de setembro, já foram registados 858 reclamações e atendimentos referentes a escorpiões em Maringá. Desses, 545 escorpiões foram recolhidos, sendo 494 amarelos e 47 pretos. O número já é quase o dobro da quantidade encontrada em todo o ano passado, quando 293 escorpiões foram recolhidos. Foram 32 amarelos, 59 preto e dois ananteris. Só no primeiro quadrimestre deste ano, 330 casos de acidentes com escorpiões foram registrados na cidade. O bairro com maior incidência é a Zona 5, com 53 escorpiões encontrados, seguido do Jardim Atalaia, com 41 e Zona 3, com 30.