Na pandemia, a venda de discos de vinil aumentou 30%
Luciana Peña/CBN Maringá

Indústria fonográfica

Na pandemia, a venda de discos de vinil aumentou 30%

Cultura por Luciana Peña em 08/08/2021 - 18:40

Com as feiras suspensas, foi principalmente a internet que impulsionou o comércio, tanto de LPs usados, quanto de novos. Em Maringá, o Clube do Vinil retomou as atividades presenciais no fim de semana

Depois de tanto tempo sem reunir os fãs de discos de vinil, o Clube do Vinil de Maringá voltou a atender presencialmente no sábado (7). 

E veio muita gente de fora prestigiar a feira em busca de títulos variados. Gente que tem saudades do tempo do vinil e não abre mão da qualidade sonora de um LP. É o caso de Mycon Benatti, que veio de Cidade Gaúcha. Fã de rock e colecionador de LPs, Mycon estava com saudades de garimpar os discos. [ouça o áudio acima]

A filha de Mycon, que tem apenas 22 anos e portanto não viveu o auge do LP, é assim mesmo uma apaixonada por vinil. Lorena aprendeu com o pai a apreciar o som do bolachão.[ouça o áudio acima]

Bárbara Ribeiro é de Londrina. Lá até tem sebos que vendem LPs, mas os preços são altos e a qualidade às vezes deixa a desejar. [ouça o áudio acima]

Durante a pandemia, Bárbara comprou LPs pela internet. [ouça o áudio acima]

De acordo com sites especializados, na pandemia as vendas de LPs cresceram 30%. Apesar das feiras suspensas, a internet impulsionou o comércio, diz o jornalista Andye Iore, coordenador do Clube do Vinil de Maringá. [ouça o áudio acima]

As feiras voltam, mas seguindo os protocolos de segurança sanitária.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550