Menino de 2 anos morre após cair de sofá, em Loanda
O corpo da criança foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Paranavaí. Foto: Carlos Antonio Soares/Arquivo/Sesp

Paraná

Menino de 2 anos morre após cair de sofá, em Loanda

Paraná por Monique Manganaro/GMC Online em 30/10/2020 - 10:43

Uma criança apenas de 2 anos morreu, na noite desta quinta-feira (29), em Loanda (a 152 quilômetros de Maringá). De acordo com a Polícia Civil, o padrasto do menino informou que ele caiu de um sofá. 

Segundo informações do Hospital Municipal de Loanda, a criança deu entrada na unidade já inconsciente, sem vida. Equipes fizeram procedimentos de reanimação por mais de 30 minutos, mas não obtiveram sucesso. 

Após confirmada a morte do menino, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Paranavaí. A criança foi identificada como Jhonatan Gabriel Esquissati Lima.

Até esta sexta-feira (30), o laudo com a causa da morte ainda não havia sido concluído. De acordo com o IML, o médico legista precisou de exames laboratoriais, e somente após a liberação desses resultados que o perito deve confirmar a causa da morte. 

Conforme explicou o delegado de Loanda, Luciano Dias, a Polícia Civil vai abrir um inquérito policial para apurar o caso que, até o momento, é tratado como acidente.

Cuidados

Quedas estão entre as principais causas de internação de crianças e adolescentes no Brasil. Algumas dicas básicas, contudo, podem evitar acidentes domésticos graves. 

Confira: 

Em casa

As crianças devem brincar em locais seguros. Escadas, sacadas e lajes não são lugares para brincar;

Use portões de segurança no topo e na base das escadas e corrimão. Caso a escada seja aberta, instale redes de proteção ao longo dela;

Mantenha as escadas livres de objetos;

Instale grades ou redes de proteção nas janelas, sacadas e mezaninos. Os espaços das redes e grades devem ser de no máximo 6 cm;

Mantenha camas, armários e outros móveis longe das janelas, pois eles podem facilitar que crianças os escalem e se debrucem para fora do prédio ou casa;

Cuidado com pisos escorregadios e coloque antiderrapante nos tapetes;

Crianças com menos de seis anos não devem dormir em beliches. Se não tiver escolha, coloque grades de proteção nas laterais;

Ensine as crianças a guardarem seus brinquedos depois de brincarem;

Nunca coloque o bebê conforto em lugares altos, com superfícies lisas e escorregadias, como mesas e balcões;

Mantenha sempre uma mão segurando o bebê durante a troca de fraldas. Nunca deixe um bebê sozinho em mesas, camas ou outros móveis, mesmo que seja por pouco tempo;

O uso de andadores não é aconselhado pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Além de comprometerem o desenvolvimento saudável da criança, podem causar sérias quedas;

Na rua

Certifique-se de que os brinquedos serão usados em ambientes seguros. Brinquedos conduzidos pela criança, como bicicleta, patins e skate, não devem ser usados próximo a escada, rua, piscina, lago, etc.;

Ao andar de bicicleta, skate ou patins, o capacete é o equipamento fundamental. Ele pode reduzir o risco de lesões na cabeça em até 85%;

Crianças devem ser sempre observadas quando estiverem brincando nos parquinhos;

Conheça os parquinhos onde as crianças brincam. Verifique se os equipamentos estão enferrujados, quebrados ou contêm superfícies perigosas. Procure equipamentos apropriados para a idade das crianças e mostre para elas quais são os equipamentos apropriados para sua faixa etária;

O parquinho dever ser instalado em piso que absorva impacto, como um gramado, um piso emborrachado ou areia fina. Jamais deve ser instalado em piso de concreto ou pedra;

Ensine as crianças a não empurrar, não dar encontrões e nem se amontoar ao brincar em um parquinho.

Com informações do site Criança Segura Brasil.

Acesse GMC Online