Maringá e mais três cidades lideram ranking de transparência da Covid-19
Imagem Ilustrativa | Foto: Cléber França/GMC Online

Segundo TCE

Maringá e mais três cidades lideram ranking de transparência da Covid-19

Cidade por Victor Simião em 24/09/2020 - 15:00

A avaliação é do Tribunal de Contas do Estado do Paraná. De acordo com o TCE, os municípios que estão à frente atenderam a 100% do que é necessário neste assunto. 

Em ranking divulgado nesta quinta-feira (24), Cianorte, Maringá, Pato Bragado e Pinhais receberam nota máxima no quesito transparência quanto às ações da Covid-19. A lista e a avaliação foram feitas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná. De acordo com o TCE, a “verificação foi feita nos portais da transparência e nos sites governamentais das entidades com base em critérios determinados por uma nova versão do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP) - indicador desenvolvido pelo TCE-PR em 2018 - inteiramente dedicada ao problema do novo coronavírus”.

Esses quatro municípios lideram com a mesma nota - empate técnico, portanto. Eles atenderam em 100% o que o TCE considera relevante no caso da transparência para a Covid-19.

Para a elaboração do ranking, 38 pontos foram avaliados. Entre eles estão a publicação periódica de boletins epidemiológicos e se há endereços e informações de contato para atendimento médicos em casos confirmados ou suspeitos do novo coronavírus.

Os 399 municípios do Paraná receberam nota. O pior resultado ficou com Nova Aliança do Ivaí: atendendo a 16,25% do que o tribunal considera relevante. A média dos municípios ficou em 60,7%. A do Paraná, 65,25%.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, comemorou. [ouça no áudio acima]

Como já reportado pela CBN, desde maio a Prefeitura de Maringá tem uma página especial para os assuntos voltados à Covid-19, dentro do Portal da Transparência. Ali, é possível saber quais têm sido os gastos - embora nem todas as informações estejam claras ou atualizadas. Na tarde desta quinta, por exemplo, o relatório sobre o auxílio alimentação da Sasc é o mesmo de 17 junho de 2020. Ou seja, de três meses atrás.

Outra questão sempre lembrada sobre o Portal da Transparência é que as informações estão ali, mas não é fácil entender os dados.